Notícias de Caçador e Região

Funcionária é presa ao furtar mais de R$ 300 mil de detentos

Uma funcionária temporária de um estabelecimento prisional de Chapecó, no Oeste catarinense, foi presa preventivamente, após furtar mais de R$ 300 mil de detentos do local em que trabalhava. O resultado do inquérito foi divulgado na última terça-feira, dia 8.

De acordo com o que foi apurado pela Polícia Civil, a mulher, de 50 anos, usando das facilidades do cargo, furtou, nos últimos três anos, um valor aproximado de R$ 308.675,46 em dinheiro vivo, dos presos.

Os valores eram retirados do chamado pecúlio penitenciário, uma reserva financeira destinada ao condenado para proporcionar uma vida honesta e decente quando for liberado do cárcere, até que consiga se ajustar no meio social.

As retiradas aconteceram em inúmeras ocasiões e em valores distintos segundo a polícia.

O desfalque só foi percebido pela Polícia Penal durante auditoria da direção do estabelecimento prisional e reportado à Polícia Civil, que deu início às investigações.

Durante a apuração, houve representação pela prisão preventiva da suspeita, que confessou o crime. O mandado foi cumprido com apoio da Guarda Municipal. Outras medidas cautelares também foram deferidas pelo Poder Judiciário, após manifestação favorável do Ministério Público.

Agora, de acordo com a polícia, as investigações continuam para tentar recuperar, ao menos, parte do valor.

Com informações Oeste Mais

Veja Também

Comentários estão fechados.