Força-tarefa catarinense envia medula óssea vinda do Canadá para paciente no RS

Jonathan Ribeiro

Jonathan Ribeiro

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

Medula

Além da medula, bolsas de plaquetas também foram enviadas nesta terça-feira ao estado gaúcho

Santa Catarina ofereceu suporte logístico e transporte aéreo para que um transplante de medula óssea pudesse ser concretizado a um paciente gaúcho que aguardava pela compatibilidade e um doador canadense.

Um profissional da Saúde de São Paulo acompanhou no exterior o processo de coleta da medula e trouxe a doação para o Brasil em um voo comercial. Ao chegar no Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis, no início da tarde desta terça-feira, dia 7, a medula foi transportada no carro da SC Transplantes até o hangar do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), onde a aeronave da Secretaria de Estado da Saúde (Arcanjo 04), responsável por encaminhar a medula até a base aérea de Canoas, no Rio Grande do Sul, já estava à espera.

De Canoas, a medula foi levada pelo Águia da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) até o Regimento da Cavalaria do Exército, em Porto Alegre, que ficou com a missão de encaminhar ao Hospital das Clínicas, onde está o receptor.

O coordenador Estadual de Transplante SC, Joel de Andrade, disse que o doador compatível foi encontrado a partir de uma busca internacional. “O transplante de medula óssea pode ser feito em várias modalidades. Neste caso, é um transplante alogênico, quando as células-tronco são coletadas do doador. Primeiro foi feita uma procura aqui mesmo no país. Como não foi encontrado um doador, a busca por alguém compatível foi feita nos registros internacionais. Este doador foi identificado e, então, realizada a coleta. A partir desse procedimento, uma pessoa responsável faz o transporte da medula para o hospital de destino”, explicou.

Envio de plaquetas

Também nesta terça-feira, dia 7, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) enviou mais 49 bolsas de plaquetas do Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) ao Rio Grande do Sul. O transporte foi feito, por via terrestre, da unidade regional de Chapecó até o Hemocentro Regional de Passo Fundo (Hemopasso).

 

LEIA TAMBÉM: FAMA Pneus realiza encontro de carros para arrecadar donativos para o RS

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp