Notícias de Caçador e Região

Flávio diz que Jair Bolsonaro foi para UTI e intubado como precaução

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) disse hoje que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e precisou ser intubado como precaução.

Segundo o parlamentar, no início da manhã Bolsonaro estava sem conseguir respirar e está sendo monitorado para evitar que ele aspire o líquido que estava subindo do estômago. As declarações foram feitas em entrevista à rádio Jovem Pan.

“Foi realmente para uma Unidade de Tratamento Intensiva, para ficar ali em observação, com os cuidados melhores. Chegou a ser intubado, sim, para evitar que ele bronco aspirasse o líquido que tava vindo do seu estômago. Isso já havia acontecido em uma das cirurgias passadas que ele fez. Por precaução, apenas, nada de grave”

Flávio disse ainda que de sábado (9) para domingo (10) o presidente havia ficado internado por conta dos soluços recorrentes. No final de semana o presidente cumpria agenda no Rio Grande do Sul, onde fez uma motociata ao lado de apoiadores em Porto Alegre.

“Estava com muito soluço, não estava conseguindo dormir bem, muita apneia. Ficou em observação, fez alguns exames, tava tudo bem. Voltou para casa no domingo, fizemos até um almoço para recebê-lo”

O parlamentar disse que o estado de saúde apresentado pelo presidente na manhã de hoje foi uma “surpresa”. “Ele tinha voltado a apresentar um quadro no mesmo sentido que ele estava no final de semana”, disse à Joven Pan.

“Vida sacrificante” do presidente

Para Flávio Bolsonaro, a vida do pai é sacrificante. O parlamentar afirma que, ao mesmo tempo, Bolsonaro se sente grato por pegar “o Brasil de uma forma muito ruim como estava” e ter “melhorado em todos os aspectos”. A fala do senador, no entanto, contrasta com os números recentes sobre a situação do Brasil. Após anos, o país voltou ao Mapa da Fome e os números de desemprego seguem crescendo. A pandemia e a ausência de vacinas, quando já era possível adquiri-las, atrasou o processo de imunização e fez com que a covid-19 continuasse circulando em território nacional. Como consequência, postos comerciais foram fechados, afetando a economia.

Com informações Gazeta Web 

Veja Também

Comentários estão fechados.