Notícias de Caçador e Região

Fecam anuncia renúncia de presidente após investigações do MPSC

A Fecam (Federação Catarinense dos Municípios) informou que o prefeito de Major Vieira, Orildo Severgnini, renunciou ao cargo de presidente da instituição. O motivo foi as recentes investigações do MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) que ocorrem na prefeitura da cidade.

A carta de renúncia foi assinada na manhã desta quinta-feira (13). No texto, Orildo alega que já havia informado da possível renúncia, caso houvesse novos fatos a cerca da investigação, durante reunião realizada com a Fecam no dia 11 de agosto.

Na carta, o prefeito diz “o faço porque acredito na capacidade técnica da valorosa equipe que integra a FECAM e com a confiança de que o municipalismo catarinense se fortalecerá ainda mais com a superação dos desafios sem precedentes que se apresentam aos gestores públicos municipais neste segundo semestre”.

Orildo foi detido na manhã desta quinta-feira durante a operação “Et pater filium”. Deflagrada pelo MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) e Polícia Civil, a ação investiga uma possível organização criminosa voltada à pratica de crimes de fraudes a licitações e corrupção no Planalto Norte catarinense, especialmente no município de Major Vieira.

Em nota, a assessoria da federação informou que o sistema irá se reunir nas próximas horas para definir como ficará a situação. A respeito da prisão de Orildo, ela informou que a Fecam não irá se pronunciar já que a investigação não tem relação com a instituição.

Com informações ND Online

Veja Também

Comentários estão fechados.