Notícias de Caçador e Região

Fatma de Caçador faz balanço do ano e mostra programa de monitoramento do Rio do Peixe

A Coordenadoria de Desenvolvimento Ambiental (Codam) da Fundação do Meio Ambiente (Fatma) em Caçador terminou o ano de 2016 com quase três mil documentos emitidos. Além de licenças ambientais, a equipe também concedeu autorizações florestais, certidões de conformidade ambiental e de atividades não constantes, ofícios e atendeu demandas de órgãos fiscalizadores. “Nossa equipe é formada por 10 pessoas e atuou com empenho para desenvolver esse trabalho que atende as principais atividades  econômicas da região, como silvicultura, indústria madeireira, fabricação de ração e frigoríficos, sem descuidar do meio ambiente”, informa o gerente da Codam, Clésio Leonel Hossa.

Para este ano, a Codam investe na tecnologia para agilizar os serviços para a população. Recentemente, foi adquirido um drone que será utilizado para em atividades de licenciamento e fiscalização.

De olho no rio do Peixe

A Codam ampliou o monitoramento da qualidade da água do rio do Peixe entre Caçador e Rio das Antas. O objetivo é identificar se há contaminação com metais pesados como o cádmio, chumbo, cobre, cromo, mercúrio, níquel, zinco, alumínio e ferro. “Ao todo serão 10 parâmetros químicos avaliados ao longo de um ano, com coletas mensais em 11 pontos de amostragem”, explica o gerente.

Veja Também

Comentários estão fechados.