Notícias de Caçador e Região

Exposição sobre história dos caboclos da região Oeste abre no dia 26, em Videira

O Museu do Vinho Mário de Pellegrin de Videira recebe a partir do próximo dia 26 sua primeira exposição temporária de 2013. A exposição denominada “Casa de chão batido – Representação da história dos caboclos do Oeste de Santa Catarina”, foi produzida pelo Museu Municipal de Pinhalzinho com o apoio do Centro de Memória do Oeste de Santa Catarina (Ceom) e vai ficar em exposição no porão do Museu do Vinho de Videira até o dia 31 de março.

Retratar os costumes e a cultura da etnia cabocla do Oeste Catarinense é o objetivo da exposição, que foi inspirada no Inventário da Cultura Imaterial Cabocla no Oeste de Santa Catarina, publicado pelo Ceom. São apresentados trechos de entrevistas, cantigas, causos, versos e palavras que fazem parte do cotidiano dos caboclos.

O ponto central da mostra é a réplica de uma casa  de 2,50m x 2m, mobiliada de modo simples, com o tradicional chão batido e elementos como chapéu, fogo de chão, ervas medicinais e símbolos relacionados à religiosidade do povo caboclo, buscando retratar o espaço doméstico desse grupo étnico, tal como era até a década de 1960. Anexo à casa, está um pequeno galpão onde são encontradas as ferramentas usadas no trabalho com a terra e a madeira.

A visitação será aberta a escolas e à comunidade a partir de 26 de fevereiro. Para escolas, as aulas temáticas e as oficinas educativas sobre cultura cabocla podem ser agendadas pelo telefone (49)3566-1534.

Serviço:

O que: exposição temporária “Casa de chão batido – Representação da história dos caboclos do Oeste de Santa Catarina”

Quando: 26/02 a 31/03

Onde: Porão do Museu do Vinho, em Videira

Quanto: Gratuito.

Horário de Visitação:

Terça a Sexta-feira: 8h30/12h – 13h17h30

Sábados e domingos: 13h/17h30 – (com permanência até as 18h).

 

Veja Também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.