Notícias de Caçador e Região

Ex-vigilante, denunciado pela morte da namorada é condenado, em Caçador

O Tribunal do Júri decidiu pela condenação de Marcelo Tonente Barboza. Ele foi julgado nesta quinta-feira, 14, no Fórum da Comarca de Caçador, pela morte da ex-namorada, Letícia Selig, de 22 anos, ocorrida em novembro de 2020.

Marcelo foi denunciado pelo crime de feminicídio, entretanto, os jurados reconheceram a desclassificação do crime para lesão corporal seguida de morte. A pena foi fixada em 8 anos, três meses e 16 dias de reclusão e três meses de detenção, em regime semiaberto.

Letícia foi alvejada por um tiro na cabeça por volta de 1h da madrugada do dia 30 de novembro. Ela estava em casa, na rua Albino Felipe Potrich, no bairro Martello, quando Marcelo, chegou de moto, sacou da arma e efetuou o disparo fugindo em seguida.

Em seguida, Marcelo pegou o filho, de 2 anos, que estava com a vítima, e o levou até a casa da irmã. Os bombeiros chegaram a serem acionados, mas chegando ao local, a vítima já estava sem vida.

A sessão do júri, que iniciou às 8h e encerrou por volta das 12h30, foi presidida pela juíza, Rafaela Volpato Viaro, a acusação foi feita pelo promotor Marcio Vieira e na defesa as advogadas Joice Ramos Reis e Ana Cristina Pires.

Veja Também

Comentários estão fechados.