Notícias de Caçador e Região

‘Estupro está provado’, diz delegada sobre caso no Rio; suspeitos são presos

A delegada responsável pelo caso de violência contra uma jovem de 16 anos na Zona Oeste do Rio afirmou, em entrevista nesta segunda-feira (30), que está convicta de que houve estupro. As principais provas são o depoimento da vítima e vídeo divulgado nas redes sociais pelos suspeitos.A polícia, entretanto, ainda não tem elementos para confirmar a versão de que 33 pessoas participaram do crime.

“Minha convicção é que houve estupro. Tanto que está no vídeo. Quero provar agora é a extensão desse estupro. Se foram cinco, dez, trinta”, disse Cristiana Bento, delegada titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV).

“O vídeo prova o abuso sexual, além do depoimento da vítima”, afirmou a delegada, acrescentando que, na avaliação dela, o vídeo prova ainda o estupro coletivo.

O chefe da Polícia Civil, Fernando Veloso, explicou que a investigação se debruça sobre dois momentos: o vídeo, que mostra provas e envolvimento de alguns suspeitos, e o momento anterior, do estupro coletivo denunciado, que está na fase de coleta de provas e depoimentos. Não há “prova técnica”, segundo ele, da participação de 33 pessoas.

Para a Polícia Civil, porém, é claro que houve estupro coletivo, porque o vídeo mostra um homem tocando a adolescente e há vozes de outros no mesmo ambiente.

Sobre o vídeo, os suspeitos podem ser indiciados por estupro de vulnerável e produção, armazenamento e distribuição de pornografia com menores de idade, de acordo com os artigos 240 e 241A do Código Penal.

Polícia Civil procura suspeitos
A DCAV deflagrou nesta segunda-feira uma operação policial para cumprir seis mandados de prisão contra suspeitos de estuprar a jovem. Raí de Souza, de 22 anos, um dos seis suspeitos já identificados, se entregou à Polícia Civil nesta tarde. Ele já tinha admitido ter sido responsável pela divulgação na internet das imagens da adolescente.Ele seguiu para a Cidade da Polícia algemado.

lucas (1) (1)

Horas mais tarde, outro suspeito do crime foi preso num restaurante no Centro do Rio. O jogador do Boavista Lucas Perdomo Duarte Santos se preparava para dar uma entrevista coletiva quando foi capturado por policiais. Ele também já está na Cidade da Polícia.

lucas (2)

Também são procurados Raphael Assis Duarte Belo, que aparece em uma foto fazendo selfie com a jovem desacordada na cama, Sérgio Luiz da Silva Júnior, o “Da Rússia”, apontado como chefe do tráfico no Morro do Barão, e Michel Brasil da Silva, também suspeito de divulgar o vídeo.

Além de mandados de prisão, a polícia também busca computadores e celulares na casa dos suspeitos. As buscas são realizadas na Cidade de Deus, Taquara, Recreio, Favela do Rola e Praça Seca.

Veja Também
Comentários
Loading...