Notícias de Caçador e Região

Em Caçador, governador anuncia recursos para saúde e inaugura tomógrafo no Hospital Maicé

O mês de junho termina com boas notícias para Caçador. O governador Carlos Moisés oficializou na tarde desta quinta-feira, 30, importantes recursos para o fortalecimento e a ampliação dos serviços em saúde para a população.

Entre as ações, está o repasse de R$ 37,7 milhões para a construção do centro de saúde do município. Para reformas e adequações do segundo pavimento do Hospital Maicé, serão aportados R$ 5,2 milhões, e para implantação de hemodiálise e salas de apoio, mais R$ 1,2 milhão. Já a ampliação do centro de atendimento da Apae irá receber R$ 356,1 mil.

Os equipamentos de hemodiálise serão custeados pela Administração Municipal de Caçador, junto com o hospital Maicé e deve atender pacientes de 32 municípios;

Os atos ocorreram durante visita ao Hospital Maicé. Após percorrer as alas da maternidade e do pronto atendimento pediátrico. Carlos Moisés deu o start inicial para o funcionamento do tomografia computadorizada, que a partir de agora permite ao hospital ofertar os exames de cardiologia. Anteriormente os pacientes eram conduzidos para Florianópolis e Chapecó.

“Ficamos muito satisfeitos não só com o que entregamos, mas também com o que vimos que o Hospital Maicé está fazendo, ao humanizar o ambiente hospitalar. É fundamental a parceria com o município e com o hospital para ampliarmos as ofertas de serviços. Depois de dois anos de pandemia, continuamos investindo em saúde para deixar o catarinense cada vez mais bem assistido”, frisou o governador.

O prefeito de Caçador, Alencar Mendes, informou que o novo centro de saúde, que recebe recursos do Plano 1000, vai ter 8 mil metros quadrados e abrigar 11 especialidades, dentre elas a ampliação dos serviços de oncologia. O atendimento será de baixa e média complexidade. “É uma importante conquista para saúde dos moradores de Caçador e de toda a região. O nosso agradecimento e reconhecimento ao governador que realmente executa o municipalismo, atendendo as demandas das cidades, fazendo com que os recursos cheguem a quem mais precisa, que é a nossa população. O Plano 1000 é um exemplo.”

Hospital Maicé e a Política Hospitalar

A diretora-geral do Hospital Maicé, Elizabeth de Fátima Lima, informou que se a instituição não tivesse o apoio do Governo do Estado, especialmente nestes últimos dois anos, teria fechado as portas. A unidade já recebeu desde 2019 mais de R$ 110 milhões em investimentos como equipamentos, custeio e outros. “A Política Hospitalar Catarinense criada neste governo merece destaque, com valores nunca antes vistos mensalmente. Todos os recursos e a presença do governador aqui hoje representam o comprometimento do Governo com a região e fortalece o trabalho que estamos fazendo na área de saúde. Somos parceiros do Estado em diversos procedimentos. No momento o foco está na ampliação de ofertas de cirurgias eletivas.”

O hospital atende a 300 mil pessoas de 20 municípios da região. Ao todo, são 135 leitos, destes 20 de UTI adulto. A unidade é referência em neurocirurgia e traumato-ortopedia e está em fase de habilitação cardiovascular, o que vai ampliar a abrangência de atendimentos para 700 mil habitantes.

De média complexidade, são oferecidas 12 especialidades. Na unidade, 90% dos atendimentos são pelo SUS.

Sanção de lei

Durante o ato, o governador sancionou a Lei Complementar que altera o artigo 25 e os anexos I e II da lei complementar da nº 345, de 2006, que dispõe sobre o Plano de Carreira dos servidores da Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e adota outras providências. A iniciativa permite um quadro de efetivos para o início dos trabalhos da Udesc em Caçador.

 

Veja Também

Comentários estão fechados.