Notícias de Caçador e Região

Em Brasília, prefeito Saulo encaminha mais pedidos de recursos para a Saúde e para o Maicé

Em Brasília, nesta semana, o prefeito de Caçador, Saulo Sperotto esteve encaminhando mais pedidos de recursos para a área da Saúde e para o hospital Maicé. Acompanhado do vereador Ricardo Barbosa, Saulo esteve nos gabinetes dos deputados e senadores de Santa Catarina, além de ter realizado audiência com o secretário Especial para Assuntos do Senado, Paulo Bauer.

Saulo fez questão de ressaltar o motivo da viagem até a capital federal. “Tudo que produzimos de impostos compartilhados, 65% ficam com o Governo Federal, 22% com o Estadual e apenas 13% retornam para o Município. Por isso, temos que ir lá, interagir com os parlamentares e buscar os recursos. Estivemos em vários gabinetes, porque esta é a época em que as emendas são indicadas por cada um dos nossos representantes”, explicou.

As emendas são recursos destinados para cada um dos parlamentares, sejam deputados ou senadores, que podem indicar para melhorias nos municípios de Santa Catarina. “Temos 16 deputados federais e 3 senadores e cada um tem um determinado valor. Visitamos mais uma vez, todos eles, em busca destes recursos, que são bastante importantes para Caçador”, ressaltou Saulo.

Somente neste ano, já foram destinados mais de R$ 3 milhões em recursos de emendas de parlamentares, destinados para Caçador, principalmente para a área da Saúde, mas também em outras áreas, como infraestrutura e esporte.

“Se não formos lá, para buscar estes recursos, conversar, interagir, é difícil que venha alguma coisa. Quem não pede, não ganha. Se já é difícil quando solicitamos, imagina se não o fizermos”, revelou o prefeito.

Todos os pedidos foram cadastrados junto ao Governo Federal, através de projetos. “Nosso objetivo é buscar, anualmente, de R$ 5 milhões a R$ 7 milhões, a fundo perdido para podermos realizar as mais diversas obras e ações. Esta é uma das nossas funções, como agente político, ocupando um cargo eletivo”, destacou Saulo.

Estes recursos, que serão indicados agora pelos parlamentares, serão pagos a partir de fevereiro ou março do ano que vem. “Certamente, teremos os nossos pedidos atendidos. Caçador produz muitos impostos e é necessário que recebamos este retorno, através destas emendas”, finalizou Saulo.

Veja Também
Comentários
Loading...