Notícias de Caçador e Região

Dona de salão de beleza é condenada a pagar R$ 4 mil de indenização por agredir vizinha

A dona de um salão de beleza de Chapecó terá de bancar indenização no valor de R$ 4 mil para cobrir os danos morais que impingiu a uma vizinha, a quem agrediu com chutes e pontapés após classificá-la de fofoqueira.

Segundo a denúncia apresentada pelo Ministério Público, a vítima foi abordada na rua pela ré, em abril de 2015. Ela tinha acabado de descer do ônibus, vinha do trabalho e seguia para casa. A ré, dona de um salão de beleza, começou a insultar a vítima.

Para não entrar em atrito, ela continuou a caminhar e foi seguida e agredida. Na sequência, a cabeleireira agarrou seu cabelo, lhe desferiu socos, pontapés e mordeu sua mão.  Para completar, ainda a ameaçou de morte. A vítima sofreu várias lesões corporais, conforme se infere do exame de corpo delito.

“Não houve agressão, estava trabalhando.  Ela é uma fofoqueira e em razão destas fofocas perdi clientes do meu salão de beleza”, relatou a agressora.

As testemunhas de defesa, clientes da ré, confirmaram que ela estava no salão no dia e na hora da agressão.

“As testemunhas da ré não presenciaram o ocorrido e provavelmente mentiram ou foram induzidas a isso pela ré, pois todas afirmaram que a ré estava em seu salão de beleza no dia e no exato horário dos fatos mas, quando perguntadas, não se lembravam do dia da semana”, raciocinou o desembargador Helio David Vieira Figueira dos Santos, relator da matéria.

Para ele, há nos autos provas suficientes de que a ré agrediu a autora fisicamente em plena via pública. Para ele, a indenização foi fixada com razoabilidade e levou em consideração a condição econômica da ofensora.

Com informações Oeste Mais 

Veja Também
Comentários
Loading...