Notícias de Caçador e Região

Dia da Família na Escola vai mobilizar mais de 1 milhão de pessoas em todo estado

No sábado, dia 16 de abril, será realizada a primeira edição do Dia da Família na Escola, uma proposta do Movimento Santa Catarina pela Educação, que, acatada pelo governo estadual e aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa, se transformou em lei no Estado. A mobilização neste ano envolve as escolas da rede estadual e do Sistema S, com a expectativa de mobilizar mais de um milhão de pessoas.

dia da familia (1)

Cada escola envolvida está preparando uma programação para integrar pais, estudantes e demais familiares. São palestras com temas diversos, atividades culturais de teatro, dança e música e ações esportivas estão sendo preparadas para a participação dos estudantes e seus familiares. As entidades de educação profissional dão ênfase à apresentação de projetos práticos desenvolvidos pelos estudantes durante os cursos.

Na sua primeira edição, o Dia da Família na Escola terá como tema central Educação e Saúde. O objetivo é mostrar o quanto adotar hábitos saudáveis é benéfico para o aprendizado dos estudantes. Alimentação adequada, exercícios físicos, cuidados com a visão, audição, fala, saúde bucal, higiene pessoal e bullyng são alguns dos temas propostos.

foto dia familia (1)

Ações locais

A FIESC Regional Centro-Norte irá repassar a Cartilha Pais pela Educação para a Gerência Regional de Educação (GERED Caçador), a qual fará a entrega para as escolas da região.

A Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), através do Projeto UNIARP Nas Escolas estará participando do Dia da Família na Escola dia 16 de abril no Colégio Estadual Irmão Léo com diversas ações dos cursos, das 14h às 17 horas. O evento terá inúmeras atividades como palestras, orientações preventivas e atividades esportivas envolvendo pais e alunos. Outras ações serão realizadas em escolas de toda a região e também em algumas unidades do SESI e SENAI.

 

Maior presença dos pais fortalece aprendizado

“Estudos revelam que a maior participação dos pais na vida escolar dos filhos contribui muito para o aprendizado. Uma pesquisa do Instituto Ayrton Senna, em parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), mostra que estudantes que recebem apoio e atenção dos pais na sua vida escolar estão, em média, quatro meses à frente no aprendizado em comparação com os que não recebem essa atenção”, afirma o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, que lidera o Movimento. “O Dia da Família na Escola é uma importante oportunidade para chamar a atenção para isso”, destaca.

A Secretaria de Estado da Educação encaminhou orientação para toda a rede e as escolas estão se mobilizando para que as famílias tenham um dia especial. “Como é bom ir até a escola dos nossos filhos e acompanhar de perto seu aprendizado. A ação fortalece os laços familiares e contribui efetivamente com o desempenho intelectual das crianças. As famílias vão às escolas por que acreditam nos professores, na gestão, e queremos estimular ainda mais essa participação, possibilitando assim maior interação entre a escola, os estudantes e as famílias”, destaca o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps.

O presidente do Sistema Fecomércio SC/Sesc/Senac, Bruno Breithaupt, considera a iniciativa “fundamental para incentivar e valorizar o envolvimento ativo dos pais e responsáveis na vida escolar das crianças e adolescentes. O engajamento é estratégico por que ajuda a legitimar a educação oferecida nas escolas, interfere positivamente no desempenho dos filhos e ainda fortalece o vínculo entre aluno, família e ambiente escolar”.

A união de forças em favor da educação é destacada pelo presidente da Federação da Agricultura de Santa Catarina, José Zeferino Pedrozo. “A FAESC incorporou-se ao Movimento Santa Catarina pela Educação por compreender que o único caminho para o desenvolvimento cultural e econômico consiste na preparação de todos para os desafios dos novos tempos”. Ele salienta que, por meio do SENAR, a Federação da Agricultura está “desenvolvendo esforços para a formação das novas gerações e a qualificação e requalificação dos adultos, habilitando-os às novas exigências das atividades laborais e empresariais da agricultura e do agronegócio”.

Para o presidente da Fetrancesc, Pedro Lopes, “o Dia da Família na Escola é o primeiro passo para dar à educação o destaque que deve ter na vida de todos os catarinenses. Um novo paradigma.  A participação dos pais, da família, será uma demonstração de que o aprendizado e a formação do cidadão não é exclusivo da escola. Deve ser da família e da sociedade. A contribuição de cada segmento vai enriquecer o processo educacional e principalmente, contribuir para o desenvolvimento social. E nesse sentido é que a Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística e o Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem no Transporte (SENAT) como integrantes do Movimento Santa Catarina pela Educação participam das ações do Dia da Família na Escola”.

 

Movimento Santa Catarina pela Educação

O Movimento Santa Catarina pela Educação é uma iniciativa desenvolvida pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) desde 2012. Obteve a adesão das federações patronais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (FECOMÉRCIO), Agricultura (FAESC) e Transportes (Fetrancesc), além das entidades representativas dos trabalhadores das indústrias e de instituições públicas, como a Secretaria de Estado da Educação e a União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME-SC).

Também participam os serviços sociais e de aprendizagem da indústria (SESI e SENAI), do comércio (SESC e SENAC), dos transportes (SEST e SENAT) e da agricultura (SENAR). Seus principais desafios são de proporcionar a todos os trabalhadores catarinenses a escolaridade básica completa até 2024 e formação profissional e tecnológica compatível com a função, com foco na educação para o mundo do trabalho e na articulação e influência social na educação de Santa Catarina.

 

Exemplo que vem de casa

O hábito da leitura faz parte da rotina da família do trabalhador Sandro Martins, operador de manufaturas em Joinville. Ele afirma que investe frequentemente na aquisição de obras para seus três filhos, além de, sempre que possível, escolher brinquedos educativos, como os jogos de memória, para que os meninos aprendam brincando. Por meio da campanha Pais pela Educação, promovida pelo Movimento Santa Catarina pela Educação, ele começou a se informar sobre o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) dos filhos. É uma forma de acompanhar a qualidade da educação.

foto dia familia (1)

Veja Também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.