Notícias de Caçador e Região

Detento em saída temporária mata a própria mulher e foge para o Paraná

Na manhã desta segunda-feira (07), por volta das 10h50, a Polícia Militar de Itajaí foi acionada para uma ocorrência inicialmente de desaparecimento de pessoa, na rua Irineu Maria, bairro Espinheiros, onde a solicitante de 13 anos informou que sua mãe de 41 anos e seu padrasto de 37 anos estariam brigando fervorosamente desde à noite de ontem e teriam saído de casa. Disse que seu padrasto havia informado que levaria a sua mãe até a casa de sua avó materna.

No entanto, hoje pela manhã a adolescente ligou para a sua avó e a sua mãe não estava lá. Ligou para o trabalho dela e o chefe também informou que sua mãe não apareceu ao trabalho. Com isso, ligou para a Polícia Militar e informou sobre os fatos e relatou que estava trancada em seu quarto.

Durante o deslocamento, a Polícia Militar recebeu outra ligação de uma familiar do pai da menina, moradora de Camboriú, que informou que o homem seria egresso do sistema penitenciário, da Penitenciária Industrial de Joinville, e que estaria no gozo do benefício da saída temporária (período de 28/10 a 04/11) e após descobrir uma traição de sua companheira, não retornou ao sistema prisional. No domingo teria convencido ele a retornar à prisão, mas ele teria saído de casa e ao retornar na manhã desta segunda-feira, confessou ter matado a companheira.

As guarnições foram até o local da ocorrência e encontraram a adolescente de 13 anos, que estava trancada em um quarto com a sua irmã de 5 anos, sendo acionado o Conselho Tutelar que ficou responsável pelas menores.

Em outro quarto trancado da residência, os policiais encontraram a vítima já em óbito, deitada sobre a cama e com um cobertor sobre o corpo. No local, não havia sinais de luta corporal, sangue ou de arma de fogo. Muito possivelmente o crime foi cometido por meio de sufocamento. Por isso foi isolado o local e acionada a Polícia Científica e a Polícia Civil para melhor elucidação da dinâmica dos fatos e da causa da morte.

Em diligências, os policiais militares obtiveram a informação que o autor teria empreendido fuga para cidade de Curitiba, embarcando na rodoviária de Balneário Camboriú, em um ônibus da linha Catarinense, com previsão de chegada às 14h na capital paranaense.

Contudo, na tentativa de abordagem na rodoviária de Curitiba, foi verificado que o autor havia desembarcado momentos antes.

Diante disso, foram colhidos todos os elementos de prova existentes, com o registrado do boletim de ocorrência para comprovação do crime quando à autoria, materialidade e circunstâncias.

O autor – que cumpria pena pelos crimes de roubo e tráfico de drogas – ao deixar de retornar da saída temporária (no dia 04/11/2022, junto à Penitenciária Industrial de Joinville), já se encontrava na situação de evadido, sendo considerado foragido da Justiça.

Com informações Click Camboriú 

Veja Também

Comentários estão fechados.