Notícias de Caçador e Região

Denunciado pelo homicídio de Luiz Felipe Maceno vai a júri popular, em Caçador

Na próxima semana, acontece em Caçador, o júri popular de Hewerton Goncalves de Morais, denunciado pela morte de Luiz Felipe Maceno, na época com 21 anos. O crime ocorreu em março de 2021, em uma estrada que dá acesso a uma empresa madeireira, na saída para Rio das Antas.

O corpo foi encontrado na manhã de uma segunda-feira, por funcionários da empresa os quais acionaram a polícia.  Luiz Felipe foi agredido e atropelado, indo a óbito no local. O júri está marcado para o dia 18, a partir das 9h.

Segundo a denúncia, no dia 29 de março de 2021, durante a madrugada, o réu, Hewerton, acompanhado da vítima Luiz Felipe e mais duas pessoas, deslocaram até este local, próximo à rodovia SC-135, para ingerir bebidas alcóolicas e fumar.

No caminho, Luiz Felipe teria comentado que era amigo das pessoas que haviam agredido Hewerton, meses antes do ocorrido. Chegando no local, Hewerton, com intuito de vingança, chegou por trás de Luiz Felipe o pegando pelo pescoço.

Em seguida, iniciaram as agressões, onde que a vítima recebeu golpes de pedras na cabeça. Após cair, seguiu sendo agredido. Após gravemente ferido, a investigação aponta que Hewerton atropelou a vítima de propósito.

A prisão do réu ocorreu em junho do ano passado, tendo em vista que após o homicídio ele fugiu da cidade. A prisão foi efetuada em Jaraguá do Sul.

Veja Também

Comentários estão fechados.