Início / Destaques / Defesa pede a desclassificação do crime para lesão corporal seguida de morte

Defesa pede a desclassificação do crime para lesão corporal seguida de morte

O advogado de defesa de José Carlos Gonçalves de Oliveira, James José da Silva, afirmou na fase de debates que não havia intenção de matar Vanderleia.

O advogado falou que teve um encontro marcado entre vítima é acusado em local público e que em nenhum momento a ideia era terminar no assassinato. O defensor disse também que se houvesse algum atrito, alguém acionária a polícia.

De acordo com o advogado, após o ocorrido, José entrou em lapso psicológico e não se tinha como ter um diálogo com o cliente.

Para o defensor, alguém esteve junto ao corpo da vítima antes de ser encontrado pela polícia, pois ao lado do corpo foram encontrados bitucas de cigarros e embalagem de gomas, e os sapatos de Vanderleia não foram encontrados.

“Eu acredito que teve alguém junto com o corpo e não acionou a polícia e não foi o meu cliente, pois ele não fuma”, afirmou.

James alegou que seu cliente agiu sob forte emoção e isso também fez com que tivesse um bloqueio de memória, que o levou a depressão profunda.

“José veio sim de Brasília, onde residia e a vítima também morou um período, mas não veio com a intenção de matar. O final trágico se deu por circunstâncias de desaforo entre os dois”, declarou.

Conforme o advogado, José sempre foi uma pessoa idônea e nunca teve qualquer problema com a Justiça. “Exemplo disso são duas testemunhas que o conhecem de longa data e nunca teve nada que o desabonasse”, disse.

O advogado disse ainda que seu cliente, formado em administração de empresas, trabalhou em empresas de renome, uma carreira sólida, mas que no dia do crime se perdeu. “Movido pelo calor do momento, por uma forte emoção, agora ele está no banco dos réus. Todos nós podemos passar por isso”, alegou.

A fita encontrada no carro usado pelo acusado, a defesa alegou que foi comorada para segurar o para-choque após um acidente no Paraná, e não foi usada para amarrar a vítima.

O advogado de defesa tem 1h30 para sua defesa e na sequência, o promotor de justiça retoma com a réplica de 1h de duração.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Sobre Notícia Hoje

O Portal Notícia Hoje foi criado com o objetivo de ser uma alternativa na comunicação online. Trazendo notícias de Caçador e região, aborda política, economia, segurança, esportes e variedades e já se consolidou como referência na informação com rapidez e credibilidade.

Veja também

Homem com esquizofrenia, ex-morador de Videira, desaparece em Concórdia

Uma família que morou em Videira há quatro anos, está à procura de Maicon Luiz …