Notícias de Caçador e Região

Defesa Civil inaugura Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres

“Que Santa Catarina seja mais que Santa e bela, mas seja também, segura”. Essas foram as palavras do secretário de estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, na abertura oficial do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD), regional Caçador. A unidade atender os 14 municípios integrantes da Agência de Desenvolvimento Regional – ADR Videira.

A sede, que conta com 160m2, foi construída com módulos de ferro galvanizado e possui estrutura autossuficiente capaz de permanecer operando mesmo com falta de energia elétrica. O espaço ainda conta com equipamentos modernos, salas de reunião e situação, garagem, depósito, banheiro e cozinha. Os investimentos do Governo do Eatado, por meio do Fundo Estadual de Defesa Civil, foram de R$853.082,57.

Para o secretário estadual, os investimentos fazem parte de uma gestão estadual focada na segurança e no bem estar do cidadão. “O objetivo é interligar todo o Estado, em Florianópolis estamos finalizando o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres, onde a Defesa Civil irá trabalhar de forma integrada com as outras secretarias facilitando e direcionando as ações em crises” destacou.

O CIGERD Regional de Caçador atende aos seguintes municípios:  Arroio Trinta, Caçador, Calmon, Fraiburgo, Ibiam, Iomerê, Lebon Régis, Macieira, Matos Costa, Pinheiro Preto, Rio das Antas, Salto Veloso, Tangará, Timbó Grande e Videira. Ao todo, no Estado, serão 20 centros no mesmo modelo, estrategicamente distribuídos, todos interligados com a base em Florianópolis.

Para o secretário executivo, Euro Vieceli, essa iniciativa facilita a gestão da crise e possibilita uma resposta rápida ao cidadão. “Tivemos uma demonstração clara da eficiência da nossa Defesa Civil no sinistro registrado em Fraiburgo com uma queda de granizo que afetou inúmeras residências. A força tarefa permitiu que em três dias, grande parte dos prejuízos em residência de baixa renda, fossem sanados” destacou o secretário evidenciando que a região não espera esses desastres, mas sim a segurança e a tranquilidade que esses centros fornecem.

 

Veja Também

Comentários estão fechados.