Notícias de Caçador e Região

Covid-19: Força Aérea Brasileira deve prestar apoio em Chapecó

Devido ao atual momento da pandemia da Covid-19, em Chapecó (SC), foi anunciado, no domingo (14), a instalação de um gabinete de crise em Chapecó para tratar das ações de enfrentamento à doença. Aviões da Força Área Brasileira (FAB) deverão dar apoio operacional, conforme informou o Governo Estadual. No entanto, não está detalhado o papel da FAB nas ações.

Conforme informações apuradas pelo jornalismo do Grupo Condá de Comunicação, o Comitê de Crise fará uma reunião, ainda nesta segunda-feira (15), para discutir o apoio da FAB.

Além das Força Aérea Brasileira, o Governo catarinense informou que estarão envolvidos na força-tarefa, equipes do Governo do Estado, o Ministério da Saúde, prefeituras da região, Comissão Intergestores Regional (CIR) e outros integrantes.

Em ligação a João Rodrigues, Jair Bolsonaro oferece apoio do Governo Federal a Chapecó

O presidente Jair Bolsonaro, que faz uma visita a Santa Catarina, no Litoral Norte, ligou na tarde deste domingo (14) para o prefeito de Chapecó, João Rodrigues e ofereceu apoio do Governo Federal no enfrentamento da Covid-19.

“O presidente Bolsonaro me ligou, conversamos, ele me pediu o que preciso em Chapecó, eu apontei algumas necessidades, e ele me disse que tudo o que eu precisar o governo vai providenciar e o pessoal do Ministério da Saúde estará entrando em contato conosco. É uma ação muito forte no sentido de abrir mais leitos de UTI e de enfermaria”, disse Rodrigues.

Devido a Covid-19, Bolsonaro pede para o Ministro da Saúde “atenção máxima” a Chapecó

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido) pediu para o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, “atenção máxima” a Chapecó (SC), devido o momento que o município vive com a pandemia da Covid-19. A informação foi divulgada pelo Senador de Santa Catarina Jorginho Mello (PL).

Covid-19: Governo de SC instalará gabinete de crise em Chapecó

O Governo de Santa Catarina instalará um gabinete de crise em Chapecó, devido ao grave momento que a saúde do município vive em decorrência a contaminação da Covid-19. Na segunda-feira (15), por determinação do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), o chefe da Casa Civil, Eron Giordani e o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro viajam para Chapecó.
Situação em Chapecó

Atualmente, Chapecó possui 2.120 casos ativos da Covid-19, onde 123 pessoas estão internadas pelo vírus -53 em UTIs (37 em leitos públicos e 16 em leitos privados) e 62 em enfermaria (30 em leitos públicos e 32 em leitos privados).

Conforme Administração Municipal, Chapecó já registrou 18.923 casos confirmados da doença e 155 mortes em decorrência do vírus.

A prefeitura de Chapecó alertou a população sobre a gravidade da situação dos hospitais e ambulatórios de Chapecó. O diretor técnico da Secretaria da Saúde, João Lenz, disse que somente na manhã deste domingo, dos 53 testes realizados, 73% deram positivo para a Covid-19. Ele afirmou que, pelo nível de contaminação e por estar atingindo pessoas mais jovens há uma suspeita de variante da Covid-19, embora isso não tenha sido confirmado ainda.

Com informações Clic RDC 

Veja Também

Comentários estão fechados.