Notícias de Caçador e Região

Com ação em SC, PF e Interpol miram grupo que levava turistas ao exterior para traficar drogas

Um grupo que aliciava pessoas para traficar drogas para países da Europa, Ásia e Oriente Médio, é alvo de uma operação da PF (Polícia Federal) deflagrada na manhã desta terça-feira (20). Mandados de busca e apreensão são cumpridos em Balneário Camboriú e Barra Velha, Litoral Norte de Santa Catarina, além de cidades no Paraná e em São Paulo.

Ao todo, são sete mandados de prisão preventiva no Brasil, três mandados de prisão na Europa, e 80 mandados de busca e apreensão no Paraná, Santa Catarina e São Paulo.

A operação Duplo Risco foi deflagrada pela PF em conjunto com o COPE (Centro de Operações Especiais) e Interpol, além de apoio das polícias da Espanha, Suíça e Portugal.

As investigações começaram em 2017. Segundo a PF, a quadrilha aliciava pessoas que fariam o transporte da droga para o exterior, especialmente para a Europa, Ásia e Oriente Médio. Algumas vezes, os aliciados eram convencidos a levarem os próprios filhos menores nas viagens, para tentar “enganar” a fiscalização.

Os aliciados eram, muitas vezes, jovens sem histórico criminal, geralmente de baixa renda, sob promessas de lucros fáceis e exorbitantes, viagens à Europa com tudo pago, inclusive compra de roupas.

Além dos mandados, a PF solicitou também o bloqueio de contas bancárias, sequestros e apreensões de imóveis e veículos de luxo, visando a descapitalização dos grupos.

Os investigados responderão pelos crimes de tráfico transnacional de entorpecentes, organização criminosa e lavagem de dinheiro, com penas que podem chegar a 33 anos de prisão.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.