Notícias de Caçador e Região

Coca-Cola reduz tamanho da lata e é investigada

A Coca-Cola está sendo investigada por maquiagem de preço após ter diminuído o tamanho da lata de refrigerante sem avisar os consumidores. A empresa está vendendo as latas de 310 mL pelo preço que, antes, era da lata de 35o mL. Ambas estão à venda nos mercados.

A Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor), órgão do Ministério da Justiça, afirma que a empresa pode ter que pagar uma multa de R$ 613,25 (valor mínimo) a R$ 9.198.785,46 (teto da multa).

Em nota, a Coca-Cola diz que o preço das latas foi reajustado, o que não acontecia desde 2015.

No mesmo período em que foi feito esse ajuste, houve o lançamento da lata pequena, que, coincidentemente, tem o preço que era do vasilhame de 35o mL, segundo a empresa. “Cada embalagem traz claramente a informação da quantidade de bebida que contém”, diz a Coca-Cola.

“A lata de 310 mL é mais uma opção de embalagem, e não está substituindo a de 35o mL.”
Quando uma empresa muda a quantidade de produto em uma embalagem, tem que haver um aviso claro ao consumidor, afirma Arthur Rollo, secretário nacional do consumidor do ministério da Justiça.

Veja Também

Comentários estão fechados.