Notícias de Caçador e Região

Cigano sofre quarta derrota consecutiva no UFC

Ex-campeão do peso pesado (até 120,2kg.) do Ultimate, Júnior Cigano voltou a decepcionar. Na luta que abriu o card principal do UFC 256, realizado neste sábado (12), em Las Vegas (12), o brasileiro acabou superado por Ciryl Gane com um nocaute no segundo round, sofreu sua quarta derrota consecutiva e se complicou de vez na organização.

Neste final de semana, Cigano, que liderou a categoria entre 2011 e 2012, precisava de um resultado positivo para provar que ainda é capaz de se apresentar em alto nível. No entanto, o catarinense mostrou pouco do lutador que um dia ostentou o cinturão do grupo.

Com o triunfo sobre o brasileiro, Gane se confirma como um sério candidato a uma disputa do título no futuro. Além de bater o número sete do ranking, o francês confirmou sua invencibilidade na carreira.

Após o duelo, houve uma breve discussão entre os atletas. O ex-campeão reclamou que um dos ataques desferidos pelo adversário – que foi providencial para o nocaute – teria sido conectado na nuca. Mesmo assim, o anúncio oficial confirmou Ciryl como vencedor.

A luta

Gane tomou a iniciativa no confronto com um chute baixo e um direto. O brasileiro buscou as pernas do rival, mas Ciryl conseguiu se desvencilhar. O francês voltou a atacar com um chute e o catarinense respondeu com um direto. Cigano surpreendeu o rival com dois socos, que obrigaram o adversário a caminhar para trás. Ciryl mostrou perigo com um chute alto, mas o ex-campeão seguia caminhando para frente. O francês voltou a assustar Júnior com um chute alto e uma combinação de chutes na perna esquerda do catarinense. No minuto final, Ciryl continuava mantendo Cigano distante com chutes, mas o brasileiro conectou dois cruzados de direita e não havia mais tempo.

Na segunda etapa, o francês seguiu apostando nos chutes. Cigano permanecia com a mão direita engatilhada, esperando o melhor momento para soltar um golpe. Passados dois minutos, Gane buscou o clinch, mas Júnior conseguiu se desvencilhar. Os chutes de Gane pareciam incomodar o brasileiro. Próximo à metade do round, o francês conectou um jab em cheio no rosto do brasileiro, que se abalou. Na sequência, Ciryl partiu para cima e fez com que o ex-campeão desabasse. Após uma combinação de socos, o árbitro interrompeu o confronto.

Veja Também

Comentários estão fechados.