Notícias de Caçador e Região

Chorão: “A nossa categoria precisa ter um alinhamento com o próximo governo”

Um dos líderes do movimento dos caminhoneiros autônomos que parou o país em 2018, Wallace Landim, o Chorão, criticou o movimento de paralisação de alguns caminhoneiros desde a derrota de Jair Bolsonaro (PL) na noite de ontem (30/10). Chorão afirmou que reconhece o resultado das eleições. “Eu reconheço o resultado das eleições e parabenizo o candidato Luiz Inácio Lula da Silva pela sua vitória. A nossa categoria precisa ter um alinhamento com o próximo governo. Precisamos lutar pelo nosso segmento do transporte”, frisou.

Segundo o líder, paralisar o país nesse momento vai prejudicar muito a economia do país. “Não é o momento de parar esse país. Precisamos estar alinhados e lutar pelo nosso segmento. Vamos ter responsabilidade e lutar sempre. Vamos aceitar os resultados. Isso é democracia”, ressaltou em vídeo enviado para a categoria. Chorão ainda disse que a vitória de Lula foi muito apertada e que, se fosse o contrário, a esquerda também precisaria aceitar a vitória.

Paralisação

Após a derrota do presidente Jair Bolsonaro (PL) nas urnas, caminhoneiros bolsonaristas fecharam trechos de rodovias em pelo menos 12 estados e no Distrito Federal para contestar o resultado das eleições.

 

Veja Também

Comentários estão fechados.