Notícias de Caçador e Região

China afirma que desenvolveu, com êxito, vacina contra o novo Coronavírus

A China, país que foi o epicentro da pandemia do coronavírus que se espalhou pelo mundo, anunciou nesta terça-feira, 17, que desenvolveu “com êxito” uma vacina contra a doença e que os testes clínicos em humanos começarão ainda esta semana.

A vacina foi desenvolvida pela Academia Militar de Ciências Médicas do país, entidade filiada ao Exército Popular de Libertação da China. Os estudos foram coordenados pela epidemiologista Chen Wei.

De acordo com a cientista, a vacina segue “padrões internacionais e regulamentos locais” e está pronta para em “produção em larga escala, segura e eficaz”.

Segundo o People’s Daily Online, Zheng Zhongwei, diretor do Centro de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia Médicas da Comissão Nacional de Saúde, afirmou que a pesquisa e o desenvolvimento de vacinas são realizadas de acordo com as leis e requisitos técnicos, e pesquisadores chineses mantêm trocas com a OMS sobre o padrão de vacinas.

“Nosso objetivo é liberar a vacina o mais rápido possível, garantindo sua segurança e eficácia”, acrescentou.

Detalhes no banco de dados de registro de ensaios clínicos chineses mostram que um teste de “Fase 1”, que examinará se uma dose experimental é segura em humanos, visa recrutar 108 pessoas saudáveis ​​para participar entre 16 de março e 31 de dezembro.

Por outro lado, especialistas da Organização Mundial da Saúde dizem que não esperam que nenhuma vacina totalmente testada e aprovada chegue ao mercado até meados do próximo ano.

Soluções médicas

Os cientistas chineses estão correndo para fazer descobertas científicas e tecnológicas, disse Ding Xiangyang, vice-secretário-geral do Conselho de Estado, observando que o país adotou métodos de tratamento que combinam a medicina tradicional chinesa e a medicina ocidental.

O teste de ácido nucleico está desempenhando um papel importante na detecção de coronavírus. Especialistas em Wuxi, em Jiangsu, desenvolveram um kit rápido de testes nucleicos, que pode rastrear a infecção em 15 minutos, segundo uma empresa de biotecnologia da cidade.

Um total de 14 produtos para testar o vírus foi aprovado para uso clínico, de acordo com Wu Yuanbin, diretor geral de ciência e tecnologia para desenvolvimento social do Ministério da Ciência e Tecnologia, em entrevista coletiva em 6 de março.

“O teste de ácido nucléico pode detectar a sequência gênica do vírus e as capacidades técnicas de seqüenciamento da China provaram estar entre as melhores do mundo, já que o gene do coronavírus foi sequenciado com sucesso em apenas uma semana após o surto”, disse Tammy Tan, fundador de uma empresa de biotecnologia em Jiangsu.

Veja Também
Comentários
Loading...