Notícias de Caçador e Região

Chamonix Mont Blanc: França – Vamos Falar Do Top 4 – Por Gisele e Dênis

 

 

Depois de HallstattFernando de Noronha e Ilhas Faroé será que ainda é possível termos um lugar tão maravilhoso como as outras três? A resposta é absolutamente SIM. O Barato dos “Tops” lugares de viagem é que não existe limite. Significa que podemos daqui a alguns anos ter um Top 100 feriastodentro pois o mundo é muito grande para ficarmos apenas em um Top 4.

E Chamonix? Qual a história dessa sedutora cidade francesa que fica aos pés do Mont Blanc?

Maio de 2014

Chamonix era a última cidade de uma viagem incrível que já havia tido paradas em Amsterdã, Florença, Roma, Nápoles, Montenegro, Croácia, Veneza….ufa, fisicamente já estávamos quase esgotados mas a cereja do bolo estava por vir e no fundo nós sabíamos disso.

Nossa aventura rumo a Chamonix começou bem cedo na cidade ultra romântica de Veneza. Pegamos um trem em sua estação principal e logo após o almoço e muitas paisagens exuberantes depois chegamos na cidade de Genebra na Suíça.

Com malas enormes na mão,  depois de “muito vergonheira alheia” e sofrimento fizemos os 800 metros que ligavam a estação de trem de Genebra até a loja da Hertz (Locadora de Veículos) mais próxima.  A reserva já havia sido feita e paga com antecedência como sempre e 30 minutos depois já estavámos a bordo do nosso “Camaro Amarelo”.

Serviço dos Correios abrindo uma filial em Chamonix

Apenas 80 km depois e chegamos a nosso destino. Vale destacar que a estrada foi super tranquila de se fazer e o que realmente começou a nos empolgar foi a vista dos belíssimos e enormes morros cheio de neve. Aqui cabe uma observação importante. Nos nossos quase 30 anos de vida, até aquele momento, o máximo de neve que havíamos presenciado era a “neve genérica” que caia raramente na serra do nosso belíssimo estado de Santa Catarina. Pela previsão não existia chance de neve em Chamonix naqueles dois dias, mas subindo suas montanhas……

Temperatura as 16 hrs do dia da nossa chegada

Hora de começar a desbravar e degustar a cidade. Passeios mesmo seriam só no dia seguinte e portanto tínhamos um resto de tarde para se ambientar a City.

Vista da Sacada do nosso Hotel
Rio Arve que corta Chamonix. Ele nasce nas montanhas do Mont Blanc e deságua em Genebra na Suíça
Sim! Chamonix tem sua própria cerveja e ela é tão boa quanto a de Hallstatt

Ainda sobre essa belíssima cerveja: ela tem três variações, sendo que uma delas tem a cor verde. A água utilizada na fabricação vem direto da nascente do Rio Arve no Mont Blanc. (A fonte dessas informações não é o Google e sim do garçom que nos atendeu). Não aguentamos e trouxemos alguns exemplares na mala assim como um copo personalizado.

No dia seguinte partimos para a estação de trem que nos levaria ao “Mar de Gelo” e também para o primeiro contato com uma neve de verdade.

Local da compra e entrada para os trens. Perceba que vamos subir quase a 1913 m do nível do mar. Chamonix está a 1043 m .
O Trem subia até rápido para o seu tamanho e Chamonix já ficava pequena.

Depois desse ponto a mágica começou a acontecer. As árvores todas verdes como da foto anterior aos poucos foram tendo pontinho brancos, esse pontinhos estavam virando manchas e de repente……

O verde já não dominava mais a paisagem
Nesse ponto já podíamos oficialmente afirmar: estamos em contato com neve de verdade pela primeira vez na vida
Já na estação que tinha um mirante para o “Mar de Gelo”

Além do Mirante  existia uma loja que servia comidas e um excelente chocolate quente. Também tínhamos acesso a uma caverna que possuía uma espécie de exposição de pedras (tipo aquelas roxas que vemos no Brasil). Nada de mais essa caverna, fazer guerra de neve era bem mais legal.

 

Após tudo isso retornamos para a cidade e fomos almoçar, comprar e passear pelo charmoso centrinho da cidade. A tarde estava livre e desta forma fizemos tudo com muita tranquilidade.

Estatua dos Descobridores do Mont Blanc. A esquerda o serviço Sedex 10 funcionando normalmente

Lembra que Chamonix está a 1043 m acima do mar e o “trenzinho vermelho” nos levou a 1913m?  Pois bem, chegou o dia de quebrarmos mais um recorde em nossas vidas: o de maior altitude acima do mar. Mais precisamente 3.842m!

Bem vindos ao Teleférico Alguille du Midi. Uma parada aos 2317 m de altura e outra a 3842. Partiu?
Primeira parada no Bar para tomar uma cerveja bem gelada. Primeira dica: coloque mais de uma meia, os pés realmente congelam
Partiu Parada número 2? Fique tranquilo que apesar de rápidos eles praticamente não balançam.

Nem tudo nas viagens ocorre de forma perfeita certo?  Infelizmente neste dia a 3842 m de altitude as nuvens estavam fechando completamente a vista lá do topo e não conseguimos ver praticamente nada. Sem problemas, tomamos nosso chocolate quente, compramos uns imãs e ficamos sem ar ao subir uma escada de 5 degraus por algumas vezes………..Mas sem ar? Isso mesmo, o oxigênio a essa altitude existe em menor quantidade o que faz a gente ficar sem ar até mesmo em um pequeno esforço. Mas calma, você vai sobreviver.

Decidimos na volta descer novamente na primeira parada, pois conseguíamos aproveitar um pouco mais a vista e a neve. Você tem total liberdade para caminhar nesse local, a sensação de liberdade é realmente incrível.

Se você quiser pode ir até o pico daquele morro, mas isso pode não ser uma ideia saudável, principalmente se você tiver calçando apenas uma meia…
Deu tempo até para fazer um boneco de neve

De volta a cidade aproveitamos muito ainda a culinária, seus barzinhos, seus vinhos e sua cerveja. Você encontra várias lojinhas pelo centro com coisinhas legais para presentear seus parentes. Realmente eu não estava preparado para o frio de altitude tão alta e achei essa jaqueta (Dênis) por apenas 29 euros! Ela era muito quente, acho que nem em São Joaquim vou conseguir usar rsrsrs.

Temos uma regra de tentar não retornar para um mesmo local duas vezes (com exceção de bases de cruzeiro ou lugares com muita coisa para fazer como Miami e Las Vegas respectivamente). No entanto o TOP 4 sempre faz você querer mais. Chamonix é uma cidade que certamente você pode ir e voltar inúmeras vezes, seja para esquiar, comer bem, subir o Mont Blanc ou simplesmente como foi o nosso caso conhecer uma “neve real”.

Foto de Despedida

A Companhia Área Swiss tem vôos diretos para Genebra com escala em Zurique, depois é só alugar um carro dos Correios como o nosso e você já sabe o que fazer.

E então, gostou de Chamonix?  Mande email para [email protected], acesse nosso Instagram ou Curta nossa página no Facebook. Ficaremos muito felizes em interagir com você. Seja FELIZ e vá para CHAMONIX!

Não esqueça: você vê tudo sobre viagens, dinheiro e cachorros primeiro em www.feriastodentro.com.br

Até Breve

 

Veja Também

Comentários estão fechados.