Notícias de Caçador e Região

Cascata permanece congelada há quatro dias na Serra catarinense; entenda fenômeno 

O fato de o local não pegar sol, dificulta o descongelamento

As temperaturas negativas registradas na Serra catarinense nos últimos dias ajudam a manter congelada a cascata Morro das Torres, em Urupema. Nesta terça-feira (9), a cidade registrou mínima de -5, 2°C, segundo o meteorologista da NSC, Leandro Puchalski. De acordo com a prefeitura, o congelamento parcial da queda d’água chega ao quarto dia, como mostram as imagens feitas pelo jornalista Ricardo Von Dorff. 

No domingo (7), a cidade registrou a temperatura mais baixa do inverno no estado este ano: -9,2ºC, conforme o meteorologista. Segundo ele, a região tem mínimas negativas desde sexta (5). 

Além das baixas temperaturas, outro fator contribui para manter a cascata congela. “Basicamente o fato de não pegar sol”, afirma Puchalski. 

O fenômeno está encantando os turistas que visitam a cidade, mas a cena não deve ser vista por muitos mais dias, já que a previsão é que a temperatura volte a subir. 

“Amanhã acredito que já não tenha muito esse congelamento. A temperatura ainda deve ficar um pouco abaixo de zero, com sol e tempo seco. Mas na sequência da semana o amanhecer deve ficar acima de zero grau e as tardes ficam em torno de 20°C”, prevê o meteorologista. 

Na mesma região, uma camada de gelo se formou sobre o asfalto no km 258 da rodovia SC-112, entre Urupema e Rio Rufino. A cena foi registrada pelo cinegrafista da NSC TV, Jean Carlos. 

Com informações G1 SC

 

Veja Também
Comentários
Loading...