Notícias de Caçador e Região

Casal é preso após fraudes que causaram prejuízo milionário a banco

A 1ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó deflagrou na manhã desta sexta-feira (18) a operação “Contracheque”, que investiga um casal de Chapecó suspeito de orquestrar mais de 55 estelionatos contra uma instituição financeira, causando prejuízo que pode passar de 1 milhão de reais em valores atualizados. Ambos possuem passagens policiais por posse irregular de arma de fogo, fraude em licitação, estelionato, dentre outros.

 

Segundo as investigações, o casal criou empresas de fachada e fraudava comprovantes de renda para viabilizar abertura de conta bancária e obter empréstimos, porém, tudo era feito por intermédio de terceiros que iam até a agência bancária com a documentação falsa em mãos. Após ser liberado o dinheiro do empréstimo, parte dos valores ficava com o “laranja”, que abriu a conta e parte ficava com o casal.

 

Após 9 meses de investigação, as equipes cumpriram dois mandados de busca e apreensão, um no bairro Boa Vista e outro no Centro de Chapecó, sendo apreendidos objetos e documentos.

 

O casal foi preso e suas contas bancárias bloqueadas após autorização do Poder Judiciário. O casal e os outros 55 suspeitos vão responder pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

 

A operação contou com apoio do SAER, Canil da Guarda Municipal de Chapecó, 3ª DPFron, Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos e Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC).

 

Com informações Caco da Rosa

Veja Também

Comentários estão fechados.