Notícias de Caçador e Região

Casal é condenado por estupro de filha e neta

Um casal foi condenado por crimes de estupro de vulnerável contra a própria filha e a neta, em Joinville, no Norte de Santa Catarina. Segundo divulgado pelo Ministério Público, o homem abusava sexualmente da filha e da neta, ambas menores de 14 anos, durante oito meses, e a esposa – que tinha conhecimento do caso – omitia o crime.

O autor costumava passar as mãos no corpo, seios e nádegas da filha, além de beijar a boca e manipular as partes íntimas por dentro da roupa. Contra a neta, ele praticava os mesmos atos, além de esfregar seu órgão genital na perna da criança.

O réu, na condição de pai da vítima, aproveitava os momentos que ficava a sós com a filha e a neta para praticar os abusos, dentro de casa. Após cometer os atos libidinosos, ele ameaçava matar e também bater nas vítimas, para que não contassem a ninguém.

Todo o abuso acontecia com o conhecimento da esposa do réu, que não tomou qualquer providência para acabar com os estupros ou proteger a integridade física e psicológica das duas vítimas.

O homem foi sentenciado a 43 anos, seis meses e 20 dias de reclusão, em regime fechado. Já a sua companheira, recebeu pena de 25 anos, oito meses e 11 dias de prisão, também em regime fechado.

Na sentença, cada um dos acusados deverá pagar o valor de R$ 5 mil, em favor de cada uma das vítimas, como forma de reparar os danos causados.

Com informações Oeste Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.