Notícias de Caçador e Região

Caminhoneiro de Concórdia é assaltado em SP; quadrilha manteve vítima em cativeiro e conversando com familiares pelo WhatsApp

O motorista ficou cerca de 28h refém dos criminosos

Um caminhoneiro de Concórdia ficou pelo menos 28 horas em um cativeiro na região de Embu das Artes, São Paulo, após ter sido vítima de uma quadrilha de assaltantes que está utilizando um novo método de atrair os motoristas para cometer o crime. O assalto ocorreu na segunda-feira, dia 19, porém o motorista foi liberado somente nas últimas horas quando a carreta já tinha sido levada, possivelmente ao Paraguai.

A informação foi confirmada por familiares. De acordo com as informações, o caminhoneiro concordiense de 62 anos foi atraído por um frete. Ao chegar no local, a vítima teria sido rendida pela quadrilha. Ele foi levado até um galpão que servia de cativeiro. Durante todo o tempo em que ficou no cativeiro o motorista concordiense mantinha contato com a família pelo WhatsApp, porém sempre monitorado pelos bandidos.

Os familiares não chegaram a desconfiar do assalto. Por isso, não houve registro do Boletim de Ocorrência ou acionamento da Polícia Militar em São Paulo. Dessa forma, os bandidos conseguiram circular com a carreta sem nenhum tipo de problema, tanto que entraram no Paraguai, passando pela cidade de Pedro Juan Caballero.

Nessa região o sistema de monitoramento também acusou a presença do conjunto que não foi mais recuperado.

O caminhoneiro acabou sendo liberado pelos bandidos somente após o grupo ter dado o destino a carreta. O retorno do motorista para Concórdia foi com ajuda de um amigo que estava fazendo a rota para Santa Catarina. A vítima não teve ferimentos, mas estava muito assustada com a ação da quadrilha.

Com informações Rádio Atual 

Veja Também
Comentários
Loading...