Cachorro late e chama atenção de mulher antes de marido ser morto e filho ser baleado

Jonathan Ribeiro

Jonathan Ribeiro

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

Cachorro

Um homem foi morto e o filho dele ficou ferido na noite de segunda-feira em Anchieta. O cachorro da família chamou atenção antes dos tiros

Um homem morreu e um ficou ferido após suspeitos invadirem a casa da família em Anchieta, no Extremo-Oeste de Santa Catarina. O crime foi registrado na noite de segunda-feira (13) e segundo a esposa da vítima, ela percebeu que algo estava acontecendo, pois o cachorro da família estava latindo muito.

Conforme a PM (Polícia Militar), ao chegar na rua Olímpio Pesserico, no bairro Cohab, a mulher contou aos agentes que um homem invadiu a casa e matou o marido dela e havia tentado matar o filho do casal.

Cachorro denuncia criminosos:

Segundo a testemunha, ela teria servido o jantar para a família, que estavam na sala, quando escutou o cachorro latir, em segundos, ouviu disparos de arma de fogo.

O filho da testemunha tentou desarmar o suspeito, momento em que a mulher pegou uma faca e deu um golpe nas costas do invasor. Em seguida, o filho da mulher conseguiu pegar a arma da mão do suspeito e disparou contra dois homens que entrara na casa, momento em que fugiram.

O Corpo de Bombeiros também esteve no local e constatou que o marido da testemunha já estava morto. O filho do casal foi ao hospital para atendimento médico.

A Polícia Militar fez o isolamento do local e foram acionadas a Polícia Civil e a Polícia Científica. A sequência do caso ficou sob responsabilidade do delegado de plantão para dar iniciou aos trabalhos de investigação.

A busca pelos suspeitos:

A PM acionou as guarnições das cidades vizinhas, bem como Tático e o Canil Setorial para prestar auxílio, já que um dos envolvidos no crime estava ferido e procurava, possivelmente, por ajuda médica.

Já durante a noite de segunda, as guarnições encontraram um dos suspeitos no hospital Santo Antônio de Campo Erê. No hospital, os policiais realizaram a abordagem de dois homens.

Segundo informações dos profissionais de saúde, um deles estaria gravemente ferido e iria ser transferido para Xanxerê. O outro homem confessou que estava na estrada e auxiliou a socorrer o homem ferido, mas disse que não participou do crime.

Os policiais ainda receberam informação de outro suspeito que teria participação no caso. Conforme informado, ele teria sido acionado para pedir socorro e estava e um caminhão estacionado na SC-365 em Campo Erê.

Diante do fato, a guarnição foi até o local e encontrou o caminhão estacionado. Foi realizada a abordagem do motorista e ele confessou que trabalha com o suspeito do crime e que o homem estava com uma arma e foi em direção a uma casa e atirou.

Diante dos fatos e dos relatos, a Polícia Militar realizou a prisão de três suspeitos, também apreendeu uma espingarda calibre 12 e a faca utilizada pela mulher para golpear um dos suspeitos.

Com informações ND Mais 

LEIA TAMBÉM: Serra catarinense amanhece com temperaturas abaixo de 4ºC

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp