Notícias de Caçador e Região

Caçador pode ter liberação de uso de máscaras após decreto do governo de SC; entenda

Caçador pode ser um dos municípios de Santa Catarina que pode haver a liberação da obrigatoriedade do uso de máscaras. Isso porque o Estado está com o planejamento definido para finalmente liberar o uso de máscaras ao ar livre. Segundo informações, a regra prevê a liberação para municípios que estiverem com pelo menos 65% da população vacinada com a segunda dose da vacina contra a Covid-19, a partir de 12 anos.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde de Caçador, 93,30% da população tomou a primeira dose, 69,81% tomou a segunda dose a 27,32% já tomou a terceira dose.

De acordo com o presidente do Cosems/SC (Conselho de Secretarias Municipais de Santa Catarina), Daisson Trevisol, o Estado aguarda a liberação do governo federal para colocar a medida em prática. O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, confirmou que a nova regra já está pronta, e o Ministério da Saúde será cobrado em próximas reuniões.

“Concordamos”, afirma o presidente do Cosems. A decisão do governo catarinense passa pelo aval das prefeituras no Estado.

Porém, o decreto federal sobre o uso de máscaras impede Santa Catarina de adotar a medida neste momento.

Trevisol ressalta que ainda não há uma indicação de data para que ocorra esta liberação. “Temos que aguardar, pois o decreto federal não permite”, pondera.

Em entrevista concedida ao Grupo ND, o Secretário de Estado da Saúde, André Motta, confirmou que a regra já está pronta.

“Sim, isso é fato. Nós estamos há muitos meses, desde o começo na verdade, fazendo enfrentamento de crise de forma colegiada e baseado na ciência”.

Segundo Motta, o percentual foi definido após análises de resultados da vacina ao redor do mundo.

“Nós discutimos o percentual mínimo baseado em cenários internacionais e também na questão epidemiológica para imunizados, e a partir daí poder desobrigar gradativamente o uso de máscaras em ambientes específicos. E aqui nós estamos falando em ambientes abertos“.

“Claro que isso é uma regra, e temos que olhar para o momento, o momento que atingirmos esse percentual se o cenário epidemiológico vai permitir que isso se aconteça e essa é a nossa ideia”, reforça.

Estado vai pressionar o governo federal pela liberação?

Conforme explica o secretário de Saúde de Santa Catarina, a questão vai ser colocada em debate nas próximas reuniões.

“Já levamos isso para o Ministério da Saúde em duas oportunidades, vamos reforçar agora na próxima reunião do CONASS e da CIT lá em Brasília, porque tem uma lei federal que obriga a utilização de máscaras por todo mundo, em todo o território, em ambientes abertos e fechados”, esclarece.

“Se essa lei não for revista, nós não temos como dar o passo adiante. E nós estamos fazendo enfrentamento de uma pandemia altamente complexa, são mais de 20 meses e há que se adaptar então às realidades”, conclui o secretário.

Liberação de máscaras no Maranhão

Na última semana, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), anunciou o uso facultativo de máscaras em locais abertos no Estado.

A liberação ocorreu na quinta-feira (11). Em lugares fechados, o chefe do Executivo estadual declarou que o acessório continuará como opcional para cidades com mais de 70% da população vacinada com as duas doses contra a Covid-19.

Para cidades com menor porcentagem, em estabelecimentos que não exigirem comprovante de vacinação, o uso continua sendo obrigatório.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.