Notícias de Caçador e Região

BRK se prepara o para implementar a rede de coleta e tratamento de efluentes em Caçador

A BRK, concessionária responsável pelos serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário em Caçador, se prepara para implementar a rede de coleta e tratamento de efluentes da cidade. Um avanço que trará para o município mais desenvolvimento econômico, qualidade de vida e mais saúde para a população.

A universalização do saneamento básico, que inclui os serviços de coleta e tratamento de efluentes é um dos principais desafios do Brasil atualmente, e apesar de o percentual de esgotos tratados ter crescido no país nos últimos anos, o serviço não está disponível para quase metade da população.

Em Caçador, o tratamento está presente para uma parcela mínima da cidade (menos de 4%) e será o foco das ações da concessionária nos próximos anos de atuação. Para garantir a universalização no município, o investimento da BRK contará com uma nova rede coletora que passará por toda a cidade, novas estações elevatórias, a modernização da Estação de Tratamento de Esgoto Ulysses Guimarães, no bairro Martello, e a construção de uma nova Estação de Tratamento de Esgoto, a ETE – Rio do Peixe.

“Nesses primeiros anos de atuação no município cerca de R$ 21 milhões foram investidos no saneamento de Caçador, realizamos muitos avanços, levando mais água e em melhor qualidade para a população caçadorense, trabalhamos na recuperação dos sistemas isolados de esgotamento sanitário e nos preparativos para a universalização do esgotamento da cidade. Agora, a concessionária se prepara para iniciar novas ações, voltando seus esforços para a modernização e plena operação da ETE-Ulysses, que, no futuro ficará responsável por cerca de 20% do tratamento do município, a rede coletora de esgotamento e a construção da nova e principal Estação de Tratamento de Esgoto da cidade”, comenta Guilherme Pimentel, responsável pela Operação da Concessionária em Caçador.

Quando uma residência não está ligada a uma rede de esgoto, os efluentes são despejados diretamente nos rios, lagos e oceanos, poluindo fontes de captação de água e contribuindo para a propagação de doenças. Em função disso, o tratamento de esgoto tem impactos sociais e ambientais diretos para a população como um todo. Porém, quando realizado adequadamente, o tratamento de efluentes gera diversos benefícios à população e ao meio ambiente.

Dados do Instituto Trata Brasil estimam que o acesso à coleta de esgoto e água tratada reduz em até 6,8% o atraso escolar e aumenta em até 13,3% a produtividade de um trabalhador. Outros segmentos importantes também são alcançados, por exemplo: residências com acesso à rede de esgoto têm valorização média de até 18% no valor dos imóveis, e o acesso ao saneamento beneficia o meio ambiente, protegendo e/ou recuperando a fauna e a flora próxima aos rios.

Desde 2019 a concessionária realiza ações e investimentos no sistema de saneamento de Caçador, com iniciativas já em andamento na área de esgotamento sanitário. “A BRK vem atuando de maneira firme no novo sistema de Esgotamento Sanitário da cidade. Além das definições de rota tecnológica e do local para construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE Rio do Peixe), já são perceptíveis os grandes avanços na Recuperação/Estruturação da ETE-Ulysses Guimarães e as melhorias na recuperação do sistema isolado existente no bairro Nossa Senhora Salete” explica Guilherme.

Quer saber mais sobre a importância do esgotamento sanitário, seus desafios ou como funciona uma estação de tratamento? Fique ligado nas próximas informações e notícias da BRK e acesse o blog Saneamento em Pauta da concessionária (blog.brkambiental.com.br/categoria/esgoto/). Uma plataforma de conteúdo com estudos e dados sobre o impacto do saneamento básico para a sociedade e o meio ambiente.

 

Veja Também

Comentários estão fechados.