Bolsonaro veta transição de militares para governo Lula

Notícia Hoje

Notícia Hoje

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

A equipe de transição do futuro governo de Luiz Inácio Lula da Silva ainda não anunciou os integrantes do subgrupo de Defesa por um motivo muito simples: falta interlocutor.

O presidente Jair Bolsonaro proibiu os comandantes militares de tratarem com interlocutores do Lula sobre transição e nomes para substituí-los.

Pelo menos foi este o recado que aliados de Lula com acesso à caserna passaram à equipe de transição.

Aliados de Lula ainda acreditam que será possível abrir canais de negociação com os atuais comandantes militares para discutir o assunto.

A verdade é que a determinação de Bolsonaro está causando grande constrangimento nas Forças Armadas. Os militares não querem afrontar uma ordem direta do ainda presidente, mas entendem que têm que preparar a transição na sua área de forma menos traumática possível.

Se o impasse permanecer nos bastidores, os petistas estudam abrir a cortina e convencer o coordenador geral da transição e vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, a convocar publicamente o ministro da Defesa para uma conversa.

Com informações UOL 

 

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp