Notícias de Caçador e Região

Beto termina mandato de forma patética – Por Rafael Seidel

Fim de mandato

O prefeito Beto Comazzetto está terminando o seu mandato de forma patética. Todos os setores da sua administração estão abandonados, uma bagunça. A Saúde, principalmente.

No Pronto Atendimento, o caos está instalado. Os médicos estão trabalhando sem receber adicional noturno há muito, mas muito tempo. Falta sabonete, por exemplo, para que eles possam lavar as mãos entre uma consulta e outra. Sabonete! Medicamentos, então, nem se fala. É sorte do paciente que consegue.

Segundo as Fontes do Além, em um caso grave, uma criança de 3 anos foi levada pelos pais ao PA com uma reação alérgica intensa e não tinha nenhum antialérgico, coisa básica de emergência.

Para se ter uma ideia do caos, antes das eleições, foram colocados 3 médicos para atender no PA. No dia seguinte, depois da massacrante derrota, um já foi retirado.

Alguns profissionais estão tendo que fazer tratamento antidepressivo devido às péssimas condições de trabalho lá no PA. Não se tem nem alimentação para os plantonistas que trabalham por 24 horas. Um lanche rápido, se quiserem e quando dá tempo.

Isso sem falar do Posto de Saúde Central. Se antes das eleições, muitos funcionários dali já trabalhavam com má vontade, depois então, piorou e muito. Recentemente, leitores do Portal Notícia Hoje informaram que as vacinações estavam iniciando às 14h e encerrando às 16h. Isso que tem uma placa lá dizendo que deveria iniciar às 13h30 e encerrar às 17h.

E sim, a culpa disso tudo é do prefeito Beto. Culpa porque escolheu mal diversos “iluminados” que estão à sua volta. Um deles, inclusive, agora só falta assumir o cargo de prefeito, porque agora é o secretário de tudo: Saúde, Administração, Fazenda, Gabinete, Infra, Agricultura…

Fim de mandato 1

Beto foi também derrotado na Câmara Municipal nesta semana. Dois projetos foram reprovados pelos vereadores: do reparcelamento da dívida com o IPASC e da criação de cargos na nova UPA, do Berger.

Fim de mandato 2

Falando em UPA, Beto assinou o 9º aditivo do contrato de construção do prédio, que fica no Berger. Isso mesmo, já foram 9 aditivos. Planejamento não houve, óbvio.

Mas, o pior nem é isso. O pior é que foram assinados aditivos para os contratos de construção da Escola Esperança e da Praça do CEU, no CAIC. Detalhe: essas duas obras já foram inauguradas, pouco antes das eleições, inclusive. Estranho?

Lembra ainda das 125 casas, inauguradas em julho, com um festão e um discursos empolgados de que a qualidade de vida daquelas pessoas estava sendo melhorada? Pois é. Ninguém está morando ainda lá. O motivo: a Prefeitura não entregou as casas para os seus novos moradores.

Fim de mandato 3

Calma, que a coisa pode piorar. Talvez, para tentar atrapalhar a próxima administração ou, quem sabe, para colocar alguns “cupinchas” políticos dentro da Prefeitura, Beto Comazzetto está chamando os aprovados do concurso público de 2015. Mais de um ano depois, o prefeito resolve começar a nomear os concursados.

Em ano eleitoral, isso é proibido. Atenção, atenção, Ministério Público!

Fim de mandato 4

Sabe os banheiros da rodoviária? Fontes do Além afirmam que foram fechados porque falta… papel higiênico.

Fim de mandato 5

Isso tudo, sem falar no abandono da infraestrutura da cidade, que está com as ruas parecendo a superfície da Lua.

Fim de mandato 6

Beto está encerrando seu mandato da pior forma possível e, quiçá, encerrando de vez a sua carreira política.

ADR

Imar Rocha fica na Agência de Desenvolvimento Regional por mais um ano.

 

Mais secretários

O prefeito Saulo Sperotto apresentou mais dois secretários do seu governo. Na Saúde, o secretário a partir do dia 1º de janeiro será o Dr. Ademar Schmitz. Já na Educação a escolhida foi a professora Josete Maria de Lemos Estrowispy.

Os demais indicados são Cláudio Fávero Júnior, na Procuradoria do Município, Osório Timermann, na Administração e Fazenda e Karina Pompermayer, no IPPUC.

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.