Notícias de Caçador e Região

Bebê que sobreviveu a chacina em creche recebe alta no Dia das Mães

O bebê de 1 anos e 8 meses que sobreviveu ao ataque a uma creche em Saudades na manhã da última terça-feira, dia 4, recebeu alta neste domingo, dia 9, do Hospital da Criança em Chapecó. Henryque Hübler sofreu vários ferimentos pelo corpo. A alta acontece cinco dias após a chacina, que provocou cinco mortes, incluindo três crianças.

“O menino de 1 anos e 8 meses teve alta neste domingo, 9 de maio, conforme boletim médico emitido pelo Dr. Leandro Trevizan, responsável pelo atendimento ao garoto desde o início da internação. Profissionais de saúde do Hospital da Criança Augusta Muller Bohner em Chapecó prestaram homenagens ao som do Coral Mensageiros da Alegria”, aponta boletim médico da unidade hospitalar.

A criança estava internada há cinco dias. Henryque passou por procedimentos cirúrgicos no pescoço, tórax, abdômen e pernas, conforme o hospital. Nas redes sociais, a mãe Adriana Martins comemorou a recuperação do filho.

“Dia das mães. Dia mais feliz da minha vida. [Meu filho] nasceu pela segunda vez foi um milagre Deus o protegeu me devolveu com vida hoje tenho em meus braços o presente que dinheiro nenhum pode pagar. A palavra é gratidão hoje e sempre é agradecer, agradecer e agradecer a Deus e a todos que não mediram esforços para salva-lo”, escreveu.

Crime

A chacina ocorreu na última terça-feira, dia 4 de maio. Morreram a professora Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, a agente educacional Mirla Renner, de 20 anos, além das crianças Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses, Murilo Massing, de 1 ano e 9 meses, e Anna Bela Fernandes de Barros, de 1 ano e 8 meses.

O responsável pelo crime, Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional do Oeste (HRO), em Chapecó, na sexta-feira, dia 7, e se recupera na enfermaria.

Com informações Oeste Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.