Notícias de Caçador e Região

Avião com cocaína perseguido por caça da FAB faz pouso forçado em SP

Um avião de pequeno porte foi perseguido pela Força Aérea Brasileira (FAB), desde a região fronteiriça do Brasil, até pousar em uma plantação de soja, na região de Santa Cruz do Rio Pardo, que fica a 346 quilômetros de distância da capital paulista.

No interior da aeronave, a polícia encontrou uma grande quantidade de pasta base de cocaína, condição em que a droga tem mais pureza, valendo mais dinheiro. O piloto do avião conseguiu fugir, de acordo com a Polícia Federal (PF).

De acordo com a PF, os ocupantes do caça da FAB orientaram para que o piloto do avião com a droga realizasse o pouso imediato em um aeroporto ou aeródromo da região oeste do estado de São Paulo.

“O piloto, no entanto, não atendeu a determinação da Força Aérea quanto aos locais seguros designados, efetivando um pouso forçado na área rural em Santa Cruz do Rio Pardo (SP), danificando a aeronave”, diz trecho de nota.

Quando o avião foi localizado no meio de uma plantação de soja, com a ajuda do helicóptero Águia, da Polícia Militar, constatou-se que em seu interior haviam muitos tijolos de pasta base de cocaína. A quantidade total de droga não havia sido informada, até a publicação desta reportagem.

Policiais civis, da Seccional de Ourinhos, auxiliam nas buscas ao piloto.

Segundo o Registro Aeronáutico Brasileiro, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião modelo EMB-720C pertence a Derio Jamir Bervig. A aeronave, que suporta até 1.542 quilos, está com o certificado de navegabilidade vencido, indica ainda o sistema da agência de aviação.

Com informações Metrópoles 

Veja Também

Comentários estão fechados.