Notícias de Caçador e Região

Assembleia do Movimento O Sul é o Meu País aprova Plebisul 2017

O Movimento O Sul é o Meu País realizou no sábado, 15, uma Assembleia Geral Extraordinária. O encontro foi realizado em Lages e foram debatidos e deliberados diversos assuntos de ordem interna.

A mesa diretora do evento foi composta pelo presidente da entidade Odilon Xavier de Freitas, Celso Deucher, Secretário Geral do Gesul e Coordenador Geral Comissão Central Organizadora (CCO) do Plebisul 2016, Anidria Rocha, Superintendente para o Rio Grande do Sul, Sandra Parma, Superintendente para Santa Catarina, Pedro Onysko Liss, Superintendente para o Paraná e Romualdo Bohrer, anfitrião do evento e Presidente da Comissão Municipal da organização em Lages.

O líder regional e membro da CCO, Procório Elvécio Pereira, fez a prestação de contas dos custos e arrecadações do Plebisul 2016. Após debates foram aprovadas as contas pelo Plenário.

APROVADO PLEBISUL EM 2017

Entre os argumentos favoráveis a realização em 2017, atentou-se para o fato de que o primeiro Plebisul – Consulta Popular, alcançou um número expressivo de 616 mil cidadãos, mas a meta estipulada e perseguida de um (1) milhão de pessoas não foi suplantada. Diante desse fato, o Plenário aprovou  a realização do Plebisul em 2017 objetivando também  o alcance de 100%  dos municípios dos três Estados  para  não deixar margem para dúvidas dos organismos internacionais e nacionais sobre o tema de Direito internacional Publico e de Direitos Humanos, qual seja, a busca de autodeterminação do Povo Sul-Brasileiro. Após os debates manteve-se a soberania do Plenário que votou para que o evento aconteça no dia 7 de outubro de 2017.

METAS DO PLEBISUL 2017

Aprovou-se ainda que o Plebisul terá como meta a expressiva votação de 5% dos eleitores da região Sul. Foi referendado também que neste Plebisul, todos os votantes terão que se identificar, apresentando documentação pessoal. No final da Assembleia, foi apresentada ao Presidente Odilon Xavier de Freitas a renúncia coletiva da antiga CCO, abrindo caminho para que este possa nomear uma nova equipe gestora e organizadora do Plebisul 2017.

UNIFICAÇÃO DOS DOMÍNIOS

No item seguinte entrou em discussão a proposta de unificação do domínio do website oficial do Movimento sendo que após os debates foi aprovado que todos os sites considerados apoiadores ou de suporte do Movimento, serão concentrados em um só, o www.sullivre.org.

PLANO DE CAPITALIZAÇÃO

Apresentado pelo economista Procório Elvécio Pereira, o Plano consiste basicamente em dar suporte financeiro para que a Comissão Nacional possa realizar os eventos necessários. Após a apresentação, o Plenário deliberou que cada Comissão Municipal do Movimento terá metas de filiações de sócios, sendo que cada um deverá investir R$ 70,00 anuais.

PROJETOS DE INICIATIVA POPULAR

A Assembleia também discutiu e deliberou sobre os Projetos de Iniciativa Popular (PIPs) nas Assembleias Legislativas do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul e no Congresso Nacional brasileiro. A proposta foi apresentada pelo Coordenador da equipe Jurídica do Movimento, Dr. Adelar Bitencourt Rozin. O Plenário aprovou o projeto e foi formada uma Comissão de dois advogados por estado Sulista para compor uma equipe que vai estudar e apresentar, até Dezembro, um projeto concreto de coleta de assinaturas para dar inicio ao processo. O lançamento oficial do Projeto será no começo de 2017 e deverá seguir conjuntamente com a divulgação e organização do Plebisul.

PRODUÇÃO DE MATERIAL OFICIAL

O Plenário também discutiu e deliberou sobre a comercialização de material oficial do Movimento, aprovando que somente as Comissões Municipais estão autorizadas a produzir material oficial da instituição. A Comissão Nacional manterá, sob sua tutela, uma equipe que vai coordenar um amplo trabalho de produção de material e que as comissões que desejarem comprar material desta equipe, estarão livres para fazê-lo.

CARGOS NA DIREÇÃO NACIONAL

No item seguinte, discutiu-se e deliberou-se sobre o preenchimento dos cargos vagos na Direção Nacional, ficando a cargo da Comissão Nacional a nomeação destes cargos. Também foi cobrado da direção nacional a apresentação de um calendário de ações e eventos nacionais que será apresentado, segundo a presidência, tão logo esteja pronto.

Agradecimentos

Em tempo, a comissão municipal de Caçador também agradece a todos os voluntários que doaram seu tempo, acreditando na causa e prestando seu apoio no dia do Plebisul. Especial agradecimento a Rogério Kunz e sua equipe, da microrregional de Videira para o Movimento, pelo apoio nesse tempo. À Anderson Bottega, de Tangará, pela intermediação na conquista das urnas para a realização do Plebisul 2016. Ao empresário Deoclides Comachio da Valpasa, pela fabricação e fornecimento das urnas; sua generosidade para com a causa jamais será esquecida. E a todos os cidadãos e cidadãs caçadorenses que compareceram às urnas e expressaram sua vontade.

whats-novo-site

Veja Também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.