Notícias de Caçador e Região

Ameaça de paralisação pode atingir rodovias de SC

Os caminhoneiros estão se organizando para realizar um protesto nacional a partir de desta terça-feira, dia 10 de agosto. Eles pretendem fechar as principais rodovias do país e se manifestarem contra o aumento do combustível com alteração das alíquotas do PIS e Cofins.

“Já temos alguns trechos com paralisações, mas em Palmeira pretendemos fechar a partir da meia noite. Se o governo não nos ouvir vamos prorrogar a manifestação por mais dias”, informa o presidente do Grupo Autônomo de Transportes (GAT) de Palmeira das Missões, no Rio Grande do Sul, Carlos Santos.

Segundo Carlos, somente vão rodar nas rodovias no dia 1 de agosto ônibus com passageiros, ambulâncias, viaturas de polícia e caminhões com carga viva, medicamentos e equipamentos hospitalares.

A reclamação dos caminhoneiros se deve o reajuste perverso dos combustíveis. Eles também cobram melhorias no setor de segurança pública. “Sem patrulhamento nas rodovias é um perigo para nós caminhoneiros e a sociedade que precisa viajar. A população precisa acordar e se manifestar contra essas medidas absurdas”, completou.

Em 2015 os motoristas cruzaram os braços por duas semanas. Na época muitos postos de combustíveis ficaram sem combustíveis, faltando produtos nos estabelecimentos comerciais. As informações foram confirmadas em entrevista do representante dos caminhoneiros na tarde desta segunda-feira (31) ao jornal Tribuna da Produção.

Alguns pontos de bloqueio na região seriam em Itajaí – SC BR 101, Santa Cecília – SC BR 116 e Campos Novos BR 282/470, BR 101, divisa SC/PR, Lages BR 116 Posto Ampessan -Trevo do Patussi, entre outras.

Com informações de Michel Teixeira Notícias

Veja Também

Comentários estão fechados.