Notícias de Caçador e Região

Agnaldo Timóteo morre em decorrência da Covid-19

Neste sábado (3), morreu o cantor Agnaldo Timóteo, por complicações da Covid-19. O artista, que tinha 84 anos, estava internado desde o dia 17 de março no Hospital Casa São Bernardo, do Rio de Janeiro.

Ele já haviaOs médicos responsáveis pelo caso acreditam que o cantor tenha sido contaminado no intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina contra o novo coronavírus.

Carreira artística

A primeira oportunidade da carreira de Agnaldo foi em 1965, no programa “Rio Hit Parade”, realizado por Jair de Taumaturgo, na antiga TV Rio. Ao longo de sua carreira gravou vários álbuns, entre eles “Obrigado Querida”, lançado em 1967, que alcançou o primeiro lugar nas gravadoras do país e seu primeiro grande hit foi “Meu grito”, canção de Roberto Carlos.

Ainda gravou os álbuns “A Força da Mulher” e “Obrigado, Cauby”. Ao longo da carreira, o artista gravou mais de 50 discos.

Carreira política

Além de sua história no mundo da música, Agnaldo também deixa sua marca no meio político, pois foi eleito aos cargos de deputado federal e vereador.

Em 1982, foi eleito Deputado Federal no Rio de Janeiro, com a maior votação daquele pleito. Em 1995, foi novamente eleito Deputado Federal, mas renunciou em 1996, para concorrer ao cargo de vereador. Entre 1997 a 2000, foi vereador pela cidade do Rio Janeiro. Em 2004, foi eleito vereador novamente, mas em São Paulo.

Com informações TV Cultura e G1 

Veja Também

Comentários estão fechados.