Notícias de Caçador e Região

Agentes de segurança terão prioridade na vacinação contra a Covid-19

O Ministério da Saúde aprovou nesta quinta-feira (30) um pedido para que os agentes de segurança mais expostos (ver tabela abaixo) fossem incluídos nos grupos prioritários de vacinação da Covid-19. A decisão vale para todo o Brasil.

A vacinação deste grupo deve iniciar imediatamente, junto aos profissionais de saúde e idosos, segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública). Como agentes de segurança entende-se trabalhadores como os policiais militares, civis, bombeiros, peritos criminais, entre outros.

De acordo com a SSP, o pedido foi realizado realizado pessoalmente pelo Coronel Charles Alexandre Vieira, presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de Santa Catarina.

O Ministério da Saúde aprovou o pedido e emitiu nota técnica Nº 297/2021 nesta quarta-feira (31). Para Coronel Vieira, este é um importante avanço e a vacinação é de extrema importância para a Segurança Pública.

“Não devemos poupar esforços para lutar por aqueles que também estão na linha de frente, arriscando-se diariamente pela segurança do povo catarinense”, afirmou o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial.

Prioridade de vacinação

Será enviado ao grupo uma quantidade de doses exclusivas, que será aplicada de maneira escalonada e proporcional, informa o Ministério. A vacinação dos agentes de saúde seguirá a seguinte prioridade:

  • Trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes.
  • Trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar.
  • Trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a covid-19.
  • Trabalhadores envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social,com contato direto e constante com o público independente da categoria.

Outros grupos

Os demais trabalhadores da segurança pública e forças armadas, que não se enquadrarem atividades descritas acima, deverão ser vacinados de acordo com o andamento da campanha nacional de vacinação contra a covid-19.

Sendo assim, não serão vacinados neste momento, aqueles que executam as seguintes atividades:

  • Ações de apoio logístico ao PNO.
  • Transporte de insumos para áreas com alto grau de contaminação
  • Ações de vigilância de fronteiras, espaço aéreo, espaço marítimo e controle de tráfegoaéreo e marítimo
  • Apoio à ações de combate aos crimes transnacionais e ambientais
  • Demais militares.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.