Notícias de Caçador e Região

Advogado é acusado de abusar sexualmente de clientes no Meio Oeste catarinense

A Justiça aceitou denúncia do Ministério Público contra o advogado acusado de abusar sexualmente de clientes em Capinzal , no Meio Oeste catarinense. O processo tramita na 2ª Vara criminal em segredo de justiça.

Cinco mulheres figuram na denúncia do MP como supostas vítimas dos crimes de estupro entre os anos de 2005 e 2014. O magistrado extinguiu a punibilidade do acusado em relação a outras nove supostas vítimas por decadência e de outras sete pela prescrição.

Ainda de acordo com a denúncia, em relação a pelo menos uma das supostas vítimas teria ocorrido conjunção carnal. Os supostos crimes contra a dignidade sexual foram interpretados pela promotoria pública devido à lei 12.015 de 2009 que incorporou o crime de estupro os atos libidinosos diversos da conjunção carnal.

Na denúncia do MP consta que o advogado supostamente exigia favores sexuais em troca de serviços e empenho nos processos em que atuava na qualidade de advogado das clientes e também supostamente ameaçava as vítimas caso elas não se submetessem aos pedidos. As mulheres teriam sido assediadas em momentos de fragilidade emocional causada pelos processos.

Com a aceitação da denúncia, o juiz da comarca de Capinzal intimou e deu prazo para o acusado responder formalmente ao processo. As supostas vítimas seriam de Capinzal, Ouro, Piratuba e Joaçaba.

Com informações de Michel Teixeira Notícias

Veja Também

Comentários estão fechados.