Notícias de Caçador e Região

Acusado de matar filho de dois meses será julgado em abril

45

Aislan Ribeiro Toldo estará no banco de réus no dia 1º de abril onde será julgado pela morte do filho de dois meses, ocorrida no mês de março de 2017 em Capinzal. O julgamento será no Centro Educacional Prefeito Celso Farina.

O caso ganhou grande repercussão e comoção popular. Vanessa Rodrigues da Silva, mãe da criança, chegou a ficar presa por um período, mas foi absolvida. O companheiro segue preso em Joaçaba.

Relembre

A morte do recém-nascido de dois meses ocoreu na madrugada do dia 26 de março de 2017 na Rua Romeu Gasser, Loteamento Parizotto.

Conforme o delegado José de Castilho, responsável pelo caso, a mãe de 22 anos disse que foi dormir por volta das 2h e deixou o filho na sala aos cuidados do pai, de 21 anos. Por volta das 4h, o jovem acordou a esposa dizendo que o filho não tinha mais sinais de vida.

A jovem pediu socorro aos pais, que residiam nas proximidades. Eles encaminharam o neto até a emergência do Hospital Nossa Senhora das Dores onde foi confirmado o óbito. O jovem, que não quis acompanhar o socorro do filho, foi preso pela Polícia Militar às 6h30min na Vila Sete de Julho, quando se deslocava de carro com o pai até o hospital.

Os profissionais do IGP teriam localizado vestígios de sangue no carrinho da criança e no tanque da casa. O médico legista confirmou que a causa morte do bebê foi traumatismo crânio-encefálico.

Segundo a denúncia do Ministério Público, o homicídio incluiu as qualificadoras de motivo fútil, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vitima. Aislan seria responsável pelas agressões.

Com informações Rádio Capinzal

Veja Também
Comentários
Loading...