Notícias de Caçador e Região

VÍDEO: Economia de Caçador em expansão gera novas oportunidades, mais obras e ações

22

A economia de Caçador está crescendo a passos largos. Isso fica evidenciado através do aumento significativo no índice de participação do retorno do ICMS, que vem superando o índice de crescimento do estado de Santa Catarina pelo 3º ano seguido.

Em 2017, para se ter uma ideia, este crescimento em Caçador chegou a ser 2,6% superior ao de Santa Catarina, chegando a 8,99%.

O ICMS é baseado nas vendas das empresas, da produção agropecuária, consumo de energia elétrica, serviços de transportes e de telecomunicações (sendo as saídas líquidas menos as entradas líquidas), também conhecido como V.A. (Valor Adicionado) que incide sobre o índice de retorno para o município), ocorridas no território de cada município, anualmente.

Os setores que mais cresceram em Caçador em 2017 foram o de Transportes com 23,745%, e Indústria e Comércio, com 12,488%. “Além destes crescimentos das empresas, destaca-se o trabalho feito pela equipe do Movimento Econômico da Prefeitura, em parceria com a AMARP. Através de recursos, foram recuperados cerca de R$ 33 milhões sobre as informações com equívocos declarados pelas empresas”, destacou Vitor Hugo de Lima, responsável pelo setor.

“Os empresários estão investindo bastante em suas lojas, melhorando suas fachadas, condição interna e isso tem contribuído tanto no faturamento dos lojistas, quando na rentabilização dos município com relação ao referencial do ICMS”, salientou o presidente da CDL, Valtair Vargas.

O maior aumento no retorno para o município, nos dois últimos anos, veio da empresa Guararapes Painéis S/A, que, com um investimento na ordem dos R$ 330 milhões, passou por um processo de expansão de sua linha de produção.

O crescimento no faturamento da Guararapes chegou a 129,51% no ano de 2017, abrindo também mais 210 vagas de empregos diretos, dando continuidade a um projeto implantado ainda em 2007.

“Mostra que a indústria de Caçador está muito equipada para transformar a matéria prima em produto acabado. Junto a isso, vem o setor de serviços, transporte, comércio. A indústria é um propulsor da economia. A indústria estando bem, lógico que a economia vai bem”, destacou o vice-presidente da FIESC, Gilberto Seleme.

“Isso se atribui ao espírito empreendedor do empresário caçadorense. Esse é o ponto forte a ser destacado. A história de Caçador mostra isso. Além disso, temos um parque fabril diversificado, que também contribui para este crescimento positivo, uma vez que a economia não depende de um único ramo de atividade. Essa diversidade de empreendedores nos leva a superar estes momentos de crise, como foram os últimos dois, três anos, de uma crise aguda no Brasil”, completou o presidente da ACIC, Moacir Salamoni.

E o trabalho da Prefeitura de Caçador, em trazer novas empresas e novos investimentos, além de incentivar os empreendedores já instalados, está sendo ampliado a cada dia. Diversos empreendimentos se instalaram em Caçador nos últimos dois anos, criando vagas de emprego e renda para os cidadãos.

“Com mais empresas, temos mais retorno de ICMS e, logo, mais recursos para investimentos em todas as áreas. Acreditamos que podemos oferecer aos empresários, que queiram se instalar em Caçador, boas condições, para que possamos construir uma cidade melhor, do futuro”, enfatizou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Edson Fezer.

“E continuamos avançando para abrir as portas da nossa cidade para que novos empreendimentos e, assim, a melhoria da qualidade de vida dos caçadorenses”, finalizou o prefeito Saulo.

Veja Também
Comentários
Loading...