Notícias de Caçador e Região

Suspeito de matar prefeito gaúcho é preso em chácara de SC com menina de 13 anos

Um homem, apontado como principal suspeito do assassinato do prefeito de Lajeado do Bugre (RS), Roberto Maciel Santos, foi preso na Grande Florianópolis, no último fim de semana. Ele estava escondido em uma chácara, onde vivia com uma menina de 13 anos.

Conforme o delegado da Polícia Civil de Santa Catarina, Marcelo Schiebelbein, o suspeito estava foragido pela prática de vários crimes praticados no Rio Grande do Sul, entre eles roubo e homicídios.

Suspeito da morte de prefeito

Em novembro deste ano, o prefeito de Lajeado do Bugre foi morto no gabinete, quando estava reunido com outras pessoas. O atirador invadiu o local e atirou diversas vezes contra a vítima, que morreu no local. Outro servidor foi baleado e foi socorrido.

Após o crime, o atirador – que estava encapuzado – fugiu do local em veículo. Desde então o caso é investigado pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul, que busca identificar o responsável pelos disparos, bem como a motivação do crime.

Prisão em flagrante

O homem, apontado como o principal suspeito da morte do prefeito gaúcho, foi encontrado em uma chácara em São João Batista, na madrugada de sábado (24), um mês após a morte do prefeito. O nome dele não foi informado.

O delegado destacou que o homem foi preso em flagrante por posse de drogas e de uma pistola calibre 9 mm. Além disso, também foram cumpridos mandados de prisão que estavam abertos contra ele.

Marcelo ainda explicou que a Polícia Civil gaúcha já tem conhecimento da prisão do homem. Além disso, que a polícia gaúcha segue com as investigações sobre o homicídio do prefeito.

Suspeito de estupro

Na ocasião da prisão, uma adolescente de 13 anos foi encontrada vivendo com o homem na chácara.

Segundo o delegado, foi requisitado exame pericial na menina e dependendo do resultado ele pode responder também pelo crime de estupro de vulnerável.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.