Notícias de Caçador e Região

Santa Catarina está com 75,8% dos leitos de UTI ocupados

Dos 1.376 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do SUS (Sistema Único de Saúde) em Santa Catarina, 1.043 estão ocupados, sendo 429 (41,13%) por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção pelo novo coronavírus. Os dados são do governo do Estado. A taxa de ocupação geral é de 75,8% e atualmente 333 leitos estão vagos.

Dos 429 leitos ocupados, 167 são com pacientes com confirmação da Covid-19 e 262 com casos suspeitos, sendo que 229 deles necessitam de ventilação mecânica.

Já na rede privada, também de acordo com os dados do governo de SC, são 88 internações, sendo que 69 são de pacientes suspeitos e 19 deles com a confirmação da doença. Desse total, 33 fazem uso de ventilação mecânica.

O tempo médio de internação de pacientes com Covid-19 é de 14,3 dias. Desde o início da pandemia foram 2.132 de transferências da UTI para a enfermaria, em virtude de melhoras no quadro do paciente.

Santa Catarina tem cerca de 20,45 leitos para cada 100 mil habitantes, no entanto, a recomendação pré-pandemia da OMS (Organização Mundial da Saúde) é que a média de leitos seja de 10 a 30 nesta proporção.

Grande Florianópolis
A região tem índice de 76,3%, pois dos 241 leitos, 184 estão ocupados e 57 livres. Destes, 73 (30%) são por pacientes da Covid-19, e 111 são por outras enfermidades. A Capital, segundo o Covidômetro, tem ocupação de 84,4%, com 146 leitos ocupados e 13 indisponíveis, do total de 183.

Vale do Itajaí
No Vale do Itajaí a taxa de ocupação é de 81,9%, com 177 leitos ocupados de um total de 216. São 88 pacientes pela Covid-19 em UTI e 89 com outras enfermidades. Os leitos livres são 39, e a região tem uma cidade dentre as mais acometidas pelo vírus, o município de Blumenau, que soma 3.368 casos e é a segunda cidade em número de confirmações.

Foz do Rio Itajaí
A ocupação nos 141 leitos é de 78%, sendo que deste total, 58 (41%) são em virtude da Covid-19, e outros 52 (36%) são pacientes com outras enfermidades. Os demais, 31 (22%) estão livres. A Itajaí, que integra a região, é a quinta no Estado em número de confirmações, com 2.615.

Planalto Norte e Nordeste
Na região está a cidade de Joinville, o epicentro da doença em SC, o município contabiliza 4.652 confirmações. E a cidade registra ainda a maior concentração de leitos do Estado, são 290 e a taxa de ocupação está em 74,8%. Destes, 78 (26,9%) são de pacientes com a Covid-19, e 139 (47,9%) com outras enfermidades. Outros 73 (25%) leitos estão livres.

Sul
A região tem a maior taxa de ocupação do Estado, 88,4%. Dos 155 leitos, 48 (31%) estão ocupados por pacientes com a Covid-19, 89 (57%) por pacientes com outras enfermidades e 18 (11,6%) estão livres. Criciúma figura como a oitava cidade com o maior número de confirmações, somando 1.580.

Meio Oeste e Serra Catarinense
São 121 (61,27%) leitos ocupados, a menor taxa de ocupação do Estado. Destes, 32 (16,3%) estão ocupados por pacientes com o novo coronavírus, 89 (45%) por pacientes com outras doenças e 75 (38,3%) estão livres. Concórdia é a nona cidade catarinense com mais confirmações da Covid-19, com 1.551.

Grande Oeste
Na região, dos 137 leitos de UTI, 70,1% estão ocupados. São 41 (30%) por pacientes da Covid-19, 55 (40%) por pacientes com outras enfermidades e 44 (30%) livres. Chapecó, que já foi epicentro no Estado, atualmente está em terceiro lugar com 3.155 confirmações desde o início da pandemia.

Com informações ND Online 

Veja Também

Comentários estão fechados.