Notícias de Caçador e Região

Revolução diária – Coluna Avante!

Revolução Diária

Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros.”(Che Guevara).  Ernesto Guevara nos deixou esse e muitos outros pensamentos de efeito para as situações sociais em que vivemos, ele não aceitava o fato de uns terem tudo e outros nada, fato esse que em nossa sociedade está cada vez mais gritante. Não importa se você mora em um grande centro ou em uma cidade interiorana, sempre vai existir a diferença de classe e quem ganha mais chora menos, e todos irão se prevalecer de seu saldo bancário ou posição social para passar por cima de você, seja para conseguir uma vaga em um cargo público ou para furar uma simples fila de entrada. Nesse caso a indignação deve partir de cada um e a ação deve ser tomada para que seus direitos sejam vistos e respeitados, a moeda corrente no Brasil não deve ter peso distinto, todo dinheiro deve valer igualmente. Lute por seus direitos, reclame! Quando se sentir lesado em qualquer situação, a revolução começa dentro de cada um, nunca fique calado e baixe a cabeça para os “poderosos”, pois todos somos iguais perante uma força maior, use de seus direitos legais para indagar, inquerir e requerer o que é seu por direito, se cada um de nós tomasse certas atitudes no nosso dia a dia acredito fielmente que as coisas seriam diferentes e nós não estaríamos na situação  em que nos encontramos. Evolua!

 

Deus está devolvendo ídolos

Procurando sempre por mais conhecimento musical e descobrir novas experiências musicais me deparei com uma voz e uma atitude muito familiar. Toni Ferreira, cantor e compositor de MPB, da nova safra de “Cults” da musica brasileira, da turma da Maria Gadú, mas o impressionante é que o timbre de sua voz é muito igual ao do eterno poeta Cazuza, na verdade igual é apelido, se você ouvir de olhos fechados você vai dizer que está ouvindo uma musica inédita do Cazuza ou ainda mais, se você assistir aos vídeos do seu tributo ao mesmo vai achar que o Cara lá de cima nos devolveu o carioca. Mas ai fica a dúvida, será que emplaca? Será que a semelhança na voz não fará mal ao invés de bem para sua carreira, será que o fantasma do Cazuza sempre vai acompanha-lo por onde passar? Será que em todo lugar que ele se apresentar terá alguém da plateia que vai comentar: – Esse cara é cover do Cazuza? Bom, de qualquer maneira o talento e qualidade é algo inegável e se Deus está devolvendo mesmo o próximo poderia ser o Renato Russo ou o Raul Seixas , se ele quiser até trocamos, mandamos o Restart, ou o Cine.   Confere ai nos vídeos é de arrepiar:

 

Pode até ser “O Cara”, mas é muito chato!

Roberto Carlos ganhou o premio de melhores do ano no Domingão do Faustão pela rede Globo, com a música “Esse cara sou eu”, o que não foi novidade para mim, pois a puxação de saco com ele é enorme, pessoalmente eu não aguento mais ouvir essa musica na rádio, ainda bem que agora a poeira baixou e não toca mais tanto assim, por que estava complicado escutar esse tal cara, que na realidade não existe e se existir algum dia pensa você, mulher ter um cara tão meloso do seu lado a vida toda, romantismo é bom, mas não tanto! Brincadeiras à parte, mas gosto muito do Robertão, mas aquele lá dos anos 60, quando fazia musica para a juventude e era sinônimo de rebeldia e rock n roll, mesmo que aquele “rockzinho” mamão com açúcar que era a Jovem Guarda , mas que marcou tanto essa geração e até hoje inspira bandas e pessoas como eu. Então Roberto, deixa de ser esse “cara” e volta a ser esse aqui do vídeo!

Veja Também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.