Notícias de Caçador e Região

Nikolas Ferreira tem contas do Twitter e Instagram suspensas por publicações de teor golpista

O deputado federal eleito Nikolas Ferreira (PL-MG) teve a conta no Twitter suspensa na noite dessa sexta-feira, 4, e agora, neste sábado, 5, a do Instagram. O atual vereador de BH fez publicações de teor golpista onde questionava o resultado das eleições e a confiabilidade das urnas eletrônicas.

“É inacreditável o que está acontecendo…”, escreveu o deputado eleito. Ele atribuiu a suspensão a um processo que tramita na Corte.

Enquanto ainda tinha seu perfil, Nikolas Ferreira publicou, por meio do Instagram, a justificativa do Twitter para o banimento de sua conta. “Em estrito cumprimento às obrigações aplicáveis aos provedores de aplicação de Internet nos termos da Lei 12.965/2014, nós estamos aqui para lhe informar que a sua conta no Twitter, @nikolas_dm, é objeto de ordem judicial que determinou a suspensão integral”, diz o comunicado da plataforma. O TSE havia informado que pediria a suspensão de perfis nas redes sociais que promovessem notícias falsas sobre o resultado das eleições.

Em vídeo publicado nos stories, Ferreira havia dito que é provável que seu perfil tenha sido derrubado porque ele divulgou a transcrição de trechos de uma live em que um argentino levanta uma série de suspeitas sobre o pleito presidencial brasileiro. A transmissão foi compartilhada por diversos bolsonaristas nesta sexta-feira, 4.

“Eu pedi para o meu advogado pegar aqui, acessar os autos. Mas, basicamente, você não precisa gostar de mim para poder defender a liberdade das outras pessoas. Eu basicamente, simplesmente transcrevi o que o argentino disse no Twitter e, provavelmente, foi por isso que derrubaram minha conta no Twitter com quase 2 milhões de seguidores. Basicamente, hoje você não pode questionar. Você não pode perguntar, e as pessoas não estão entendendo quão perigoso é isso. Um tribunal que decide aquilo que você pode ou não falar na rede social. Surreal”, disse.

Gustavo Gayer (PL), colega de partido de Ferreira e deputado eleito de Goiás, também disse em seu Instagram que teve a conta no Twitter suspensa.

“Nem que eu tenha que ir paras as ruas apenas com um megafone eu não vou parar. Nós não podemos parar”, afirmou.

Veja Também

Comentários estão fechados.