Notícias de Caçador e Região

Morre primeira criança vítima de Covid-19 em Santa Catarina

Morreu, nesta segunda-feira (29), a primeira criança vítima de Covid-19, em Santa Catarina. A vítima estava internada no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis. A informação foi confirmada pelo secretário de Saúde da Capital, Carlos Alberto Justo da Silva.

Após a morte, uma equipe da Vigilância Sanitária foi até o hospital para conversar com a direção. Segundo o secretário de Saúde, ainda não há informações detalhadas sobre idade, identidade e histórico de saúde da criança.

“Eu não sei te informar os dados ainda. Nosso pessoal que está lá olhando isso é da Vigilância Sanitária e eu não sei mais dados. Eu soube do óbito e o nosso pessoal está reunido com eles agora”, disse.

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) foi procurada na manhã desta segunda-feira para confirmar a morte da criança. Contudo, a atualização dos números é feita apenas no fim do dia, informou a pasta.

A reportagem do nd+ também procurou a direção do Hospital Infantil. Até as 11h, não houve retorno.

Dados do Covidômetro mostram que Florianópolis já registrou 1.686 casos de Covid-19, com 14 óbitos. Há 8.841 casos suspeitos na cidade.

Já em Santa Catarina, a Covid-19 infectou mais de 24 mil casos. De acordo com o boletim divulgado pelo governo do Estado neste domingo (28), nas últimas 24 horas foram oito mortes em decorrência da doença, totalizando 312 mortes.

Casos de Covid-19 avançam em crianças
O número de crianças e adolescentes infectados pela Covid-19 tem aumentado em Santa Catarina. O grupo, que já apresentou menor número de infectados no início da pandemia, superou casos do coronavírus entre idosos com mais de 70 anos.

Reportagem do nd+ de sexta-feira (26) mostrou que havia 545 casos notificados entre pacientes de 0 a 9 anos, até aquele dia.

Já entre a população de 10 a 19 anos foram registrados 1.015 infectados. Número maior do que o notificado entre idosos com idades entre 70 e 79 anos – essa faixa etária tem 603 pacientes com vírus até sexta-feira.

Estado tem duas mortes de adolescentes
Santa Catarina já registrou duas mortes de adolescentes com idades de até 19 anos. A primeira delas aconteceu no município de Dionísio Cerqueira, no Oeste de Estado. Felipe Stefan, de 13 anos, morreu no dia 22 de maio após sofrer um mal súbito enquanto brincava com amigos.

Durante o exame de autópsia um teste rápido deu positivo para o coronavírus. Mesmo assim, foram coletadas amostras da mucosa e do pulmão de Felipe e encaminhadas ao Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública), em Florianópolis.

Os dois exames deram negativo para o vírus, mas o resultado foi inconclusivo. Com base em portarias e recomendações do Ministério da Saúde, a morte do menino foi computada pela SES como causada pela Covid-19.

A outra morte foi registrada no município de Grão Pará, na Serra Catarinense. Milena Ascari Dutra, de 19 anos, foi diagnosticada com o novo coronavírus por meio de um teste rápido. Com deficiências físicas e motoras, a jovem recebeu alta hospitalar por duas vezes antes de morrer, no dia 29 de maio.

O número de casos confirmados nesta faixa etária aumentou principalmente neste mês de junho. São 455 novos infectados em 26 dias, número superior ao total de maio quando 440 pessoas foram infectadas. Em março foram 18, já em abril 89.

Com informações ND Mais 

Veja Também
Comentários
Loading...