Notícias de Caçador e Região

Homem obcecado que invadiu igreja para matar mulher é condenado, em Videira

O homem que atacou um casal de evangélicos em Videira foi condenado na última sexta-feira (16) a uma pena de 12 anos e um mês de reclusão, em regime inicial fechado.

Charles Maia Amazonas foi julgado por duas tentativas de homicídio qualificado (motivo torpe, recurso que dificultou a defesa da vítima, perseguição (Stalking) – crime tipificado no Código Penal em 31 de março de 2021 e feminicídio, pois o réu teria praticado o crime contra a mulher por razões da condição de sexo feminino), além de lesão corporal.

O crime ocorreu na noite do dia 13 de junho de 2021. De acordo com a denúncia do Ministério Público, Charles nutria uma obsessão doentia pela mulher, mesmo sem ter qualquer tipo de relação com ela. Foram relacionadas diversas ocasiões em que ele teria perseguido a vítima.

Inconformado por não ser correspondido, naquele dia ele entrou na Igreja Assembleia de Deus usando um capacete e ficou ao lado da jovem, quando em determinado momento puxou uma faca. A vítima, sua irmã e o noivo saíram correndo pela porta de emergência. A irmã, de 17 anos, que segurava a porta, foi empurrada pelo sujeito e acabou se ferindo.

Fora da igreja, o noivo levou uma facada na altura do pescoço ao tentar defender a companheira. O autor foi contido por populares ao tentar desferir outros golpes no rapaz. Em seguida ele perseguiu a mulher, quando acabou detido pela Polícia Militar.

 

Veja Também

Comentários estão fechados.