Notícias de Caçador e Região

Genro matou sogro por divergência de R$ 50 na fatura de água, conclui investigação

A Polícia Civil de Chapecó concluiu nesta semana as investigações sobre o homicídio de um homem assassinado pelo genro, de 24 anos, no dia 17 de agosto de 2022, no distrito de Alto da Serra, no interior de Chapecó.

 A motivação foi uma divergência de R$ 50 na fatura de água, segundo informou o delegado Vagner Papini, em entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira, dia 24.

 “Os pais do suspeito eram vizinhos e ambos dividiam a conta de água. Em decorrência de um valor mais alto, que teria dado no último mês, o sogro e os pais do suspeito teriam discutido”, disse o Papini.

 Após a discussão, o filho teria ido até a casa do sogro, onde o crime aconteceu. Luiz Ribeiro, de 65 anos, foi atingido por três disparos de arma de fogo e morreu ainda no local.

 O jovem foi indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil, informou ainda o delegado. Papini também disse que a relação entre o autor e o sogro era “boa”. O rapaz está respondendo em liberdade e deverá ser levado a júri popular.

Com informações Oeste Mais

Veja Também

Comentários estão fechados.