Notícias de Caçador e Região

Detonação de explosivos deixa três pessoas mortas, no RS; dois eram do Exército

A detonação de explosivos em uma pedreira de uma empresa deixou três pessoas mortas em Guaporé, na Serra do Rio Grande do Sul. O fato aconteceu na última quinta-feira (08). Das três vítimas fatais, um era funcionário da empresa onde ocorreu a explosão e dois eram militares do exército do Exército que integravam uma equipe do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 3ª Região Militar.

Os artefatos explosivos foram apreendidos durante uma operação na manhã de quinta-feira. Conforme a Polícia Civil, nove mandados de busca e apreensão foram cumpridos na região de Guaporé. A Operação tinha como alvo empresa de terraplanagem que manteria artefatos explosivos em locais irregulares e os utilizaria em projetos não informados ao Exército nem à Polícia Civil.

A Polícia Civil informou que a operação apreendeu cerca de 740kg de artefatos explosivos. Na tarde de quinta-feira, os explosivos foram levados à pedreira para a detonação, que acabou com três pessoas mortas e cinco feridas.

Segundo o Instituto Geral de Perícias (IGP) do Rio Grande do Sul, uma perícia será feita para identificar os explosivos que causaram o acidente e determinar o raio de projeção dos estilhaços. A empresa de britagem não era alvo da operação policial que apreendeu os materiais explosivos, apenas teve uma área requisitada para a detonação do material.

Com informações Clic RDC 

Veja Também

Comentários estão fechados.