Notícias de Caçador e Região

Currículo pode aumentar chances de garantir um emprego

Na busca por uma vaga, o currículo é o primeiro fator a ser analisado pelo empregador. Por isso, é preciso seguir algumas recomendações para que o currículo ajude o candidato a passar para a etapa seguinte no processo de seleção. “O currículo é o primeiro contato do trabalhador com o empregador, é a carta de apresentação. Portanto, a clareza e objetividade é de suma importância”, afirma a coordenadora Estadual do Psicossocial do Sine/SST, Carolina Rodrigues de Freitas.

O currículo deve conter algumas informações básicas em sua estrutura. Entre elas estão as informações pessoais, formação acadêmica, experiência profissional, idiomas, informática e cursos extras. No item dados pessoais devem constar o nome completo, endereço, telefone de contato e e-mail. A pretensão salarial só deve ser mencionada se a empresa pedir. “É preciso fazer uma pesquisa para saber qual é a média salarial para determinado cargo”, recomenda Carolina.

No campo da experiência profissional não basta citar a empresa, o cargo ocupado e o período, é importante descrever de maneira resumida as atividades desempenhadas em cada uma delas. Na listagem da experiência profissional indique as últimas três ou quatro empresas em que trabalhou. Os cursos de idiomas e de informática também devem constar no documento.

Cuidados – É preciso estar atento para erros comuns que os candidatos cometem ao elaborar um currículo. “Erros de português; fotos em poses, roupas ou situações inadequadas; currículos muito extensos ou com informações faltando; mentiras. Isso é bastante comum”, destaca Isabel Hammes, psicóloga do serviço psicossocial do Sine/SST, em Florianópolis.

A utilização de fotos em currículos é uma questão polêmica. “A maioria dos especialistas indica só colocar foto se for solicitado. Até porque o candidato pode ser discriminado, em certas situações, e ser eliminado logo em um primeiro momento”, disse Isabel.

Ela lembra ainda que fotos de currículos jamais podem ser com roupas decotadas, em poses sensuais, de biquíni e em situações familiares, como o churrasco da família ou a formatura; ou com o uso de bebidas alcoólicas.

Outro fator importante é incluir apenas informações verdadeiras. “É muito fácil o recrutador da vaga descobrir alguma mentira, principalmente com o fácil acesso à internet. Basta digitar o nome do candidato no Google, por exemplo”, destaca a coordenadora estadual do Psicossocial do Sine/SST.

Quem está em busca de emprego também deve ter cuidado com o que inclui em redes sociais como Facebook, Twitter, entre outras redes similares. “As redes sociais podem ser aliadas, mas também podem prejudicar”, ressaltou Isabel Hammes. Segundo ela, é preciso evitar o “Curtir” ou “Compartilhar” coisas como o “Garfield preguiçoso”, “Odeio meu chefe”, “Odeio segunda-feira”.

Dicas:
Não minta.
O currículo não deve ultrapassar duas páginas.
Cite apenas as últimas três ou quatro experiências profissionais.
Fotos só devem ser colocadas se for solicitado.
Escolha um tipo de letra padrão para facilitar a leitura do avaliador do currículo. Ex: Times new Roman ou Arial.
Não use cores. Prefira o preto e branco.
Evite erros de português.
Cuidado com o que publica nas redes sociais.

O que é o serviço psicossocial?
É o serviço que facilita a inserção de interessados no mercado de trabalho. De acordo com o caso, o serviço psicossocial também encaminha os trabalhadores que precisam de atendimento para a rede de assistência social, educação, saúde, entre outros.

Em que ele apode ajudar quem está em busca de um emprego?
As equipes dão dicas de como elaborar um bom currículo e como se comportar em uma entrevista de emprego. Também é feita a intermediação de vagas para pessoas com deficiência, por exemplo. Nesse caso há uma negociação com a empresa para que o candidato participe do processo de seleção para uma vaga que não é específica para pessoas com deficiência.

Como posso ter acesso ao serviço?
Nos postos do Sine vinculados à Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação em Balneário Camboriú, Blumenau, Caçador, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Curitibanos, Florianópolis, Itajaí, Joaçaba, Joinville, Laguna, Mafra, Rio do Sul e Tubarão.

Veja Também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.